Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Twigs occupied by Pheidole Westwood, 1839: Is there a difference between species?

Título (Português): Galhos ocupados por Pheidole Westwood, 1839: há diferença entre espécies?
Texto completo
Autor(es):
Suellen C. Barroso ; Eduardo L. Longui ; Tae T. Fernandes ; Carla M. Oliveira ; Alexandre C. Ferreira ; Rogério R. Silva ; Maria Santina C. Morini
Número total de Autores: 7
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Biota Neotropica; v. 20, n. 2, p. -, 2020.
Citações Web of Science: 0
Resumo

Abstract: Pheidole is a genus with wide geographical distribution and diversity, especially in the leaf litter of neotropical forests, where nests are found at the soil-litter interface, in the soil and vegetation, among leaves, seeds, and twigs. Despite the availability of twigs and Pheidole species diversity in the leaf litter, most of this resource is not occupied, which suggests the existence of filters. This study analyzes whether twigs occupied by Pheidole species differ for the outer structure and anatomy of the wood. Twigs were collected from preserved Atlantic Forest fragments in southeastern Brazil. Twigs with Pheidole colonies were measured and the wood anatomy analyzed. We collected 224 twigs with Pheidole colonies, but the analysis was done at 41% due to wood decomposition. Five species were recorded in these twigs, which differ for the outer structure and anatomy of the wood. These results suggest the existence of preference in the occupation of twigs determined by wood structure. (AU)

Resumo

Resumo: Pheidole é um gênero com ampla distribuição geográfica e diversidade, especialmente na serapilheira das florestas da Região Neotropical, onde os ninhos são encontrados na interface solo-serapilheira, solo, vegetação, entre folhas, sementes e galhos. Apesar da disponibilidade de galhos e diversidade de espécies de Pheidole na serapilheira, a maior parte deste recurso não é ocupada, o que sugere a existência de filtros. Neste trabalho analisamos se galhos ocupados por espécies de Pheidole diferem em relação à estrutura externa e anatomia da madeira. A coleta de galhos foi realizada em fragmentos conservados de Mata Atlântica na região Sudeste do Brasil. Os galhos com colônias de Pheidole foram mensurados e a anatomia da madeira analisada. Foram coletados 224 galhos com colônias de Pheidole, mas a análise foi realizada em 41% devido à decomposição da madeira. Nestes galhos foram registradas cinco espécies, que diferem em relação à estrutura externa e anatomia da madeira. Estes resultados sugerem a existência de preferência na ocupação do galho determinada pela estrutura da madeira. (AU)

Processo FAPESP: 13/16861-5 - Recursos na serapilheira em áreas do domínio Atlântico do sudeste brasileiro: associação entre morfologia de formigas e estrutura do ninho
Beneficiário:Maria Santina de Castro Morini
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular