Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Preoperative Differentiation of Benign and Malignant Non-epithelial Ovarian Tumors: Clinical Features and Tumor Markers

Título (Português): Diferenciação pré-operatória de tumores ovarianos não epiteliais benignos e malignos: características clínicas e marcadores tumorais
Texto completo
Autor(es):
Tiago Augusto Gomes ; Elizabeth Aparecida Campos ; Adriana Yoshida ; Luís Otavio Sarian ; Liliana Aparecida Lucci de Angelo Andrade ; Sophie Françoise Derchain
Número total de Autores: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia; v. 42, n. 9, p. 555-561, Set. 2020.
Citações Web of Science: 0
Resumo

Abstract Objective To evaluate the role of clinical features and preoperativemeasurement of cancer antigen 125 (CA125), human epididymis protein(HE4), and carcinoembryonic antigen (CEA) serum levels in women with benign and malignant non-epithelial ovarian tumors. Methods One hundred and nineteen consecutive women with germ cell, sex cordstromal, and ovarian leiomyomas were included in this study. The preoperative levels of biomarkers were measured, and then surgery and histopathological analysis were performed. Information about the treatment and disease recurrence were obtained from the medical files of patients. Results Our sample included 71 women with germ cell tumors (64 benign and 7 malignant), 46 with sex cord-stromal tumors (32 benign and 14 malignant), and 2 with ovarian leiomyomas. Among benign germ cell tumors, 63 were mature teratomas, and, amongmalignant, fourwere immatureteratomas. Themost common tumors in the sex cordstromal group were fibromas (benign) and granulosa cell tumor (malignant). The biomarker serum levels were not different among benign andmalignant non-epithelial ovarian tumors. Fertility-sparing surgeries were performed in 5 (71.4%) women with malignant germ cell tumor. Eleven (78.6%) patients with malignant sex cord-stromal tumors were treated with fertility-sparing surgeries. Five women (71.4%) with germ cell tumors and only 1 (7.1%) with sex cord-stromal tumor were treated with chemotherapy. One woman with germ cell tumor recurred and died of the disease and one woman with sex cord-stromal tumor recurred. Conclusion Non-epithelial ovarian tumors were benign in the majority of cases, and the malignant caseswere diagnosed at initial stages with good prognosis. Themeasurements of CA125, HE4, and CEA serum levels were not useful in the preoperative diagnosis of these tumors. (AU)

Resumo

Resumo Objetivo Avaliar o papel das características clínicas e a medida pré-operatória dos níveis séricos de CA125, HE4, e CEA em mulheres com tumores de ovário não epiteliais benignos e malignos. Métodos Cento e dezenovemulheres consecutivas comtumores ovarianos de células germinativas, do cordão sexual-estroma, e miomas ovarianos foram incluídas neste estudo. Os níveis pré-operatórios dos biomarcadores foram medidos, a cirurgia e a análise histopatológica foram realizadas. Informações sobre tratamento e recorrência da doença foram obtidas dos prontuários médicos das pacientes. Resultados Nossa amostra incluiu 71 mulheres com tumores de células germinativas (64 benignos e 7 malignos), 46 com tumores do cordão sexual-estroma (32 benignos e 14 malignos), e 2 com leiomiomas ovarianos. Entre os tumores benignos de células germinativas, 63 eram teratomas maduros, e, entre os malignos, quatro eram teratomas imaturos. Os tumores mais comuns do grupo do cordão sexual-estroma foram fibromas (benignos) e tumores de células da granulosa (malignos). Os níveis séricos dos biomarcadores não diferiram entre os tumores de ovário não epiteliais benignos e malignos. A cirurgia preservadora de fertilidade foi realizada em 5 (71,4%) mulheres com tumores malignos de células germinativas. Onze (78,6%) mulheres com tumores do cordão sexual-estromamalignos foram tratadas comcirurgia preservadora de fertilidade. Cinco (71,4%)mulheres com células germinativas e apenas 1 (7,1%) com tumor do cordão sexual-estroma foram tratadas com quimioterapia. Uma mulher com tumor de células germinativas recidivou e morreu da doença. Uma mulher com tumor do cordão sexual-estroma recidivou. Conclusão Os tumores de ovário não epiteliais foram benignos namaioria dos casos e os malignos foram diagnosticados em estágios iniciais, com bom prognóstico. A medida dos níveis séricos de CA125, HE4, e CEA não foram úteis no diagnóstico préoperatório desses tumores. (AU)

Processo FAPESP: 12/15059-8 - Avaliação de biomarcadores para detecção de neoplasia maligna em mulheres com tumor anexial
Beneficiário:Sophie Françoise Mauricette Derchain
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular