Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Photosynthetic characteristics of a tropical population of Nitella cernua (Characeae, Chlorophyta)

Título (Português): Características fotossintéticas de uma população tropical de Nitella cernua (Characeae, Chlorophyta)
Texto completo
Autor(es):
Vieira Júnior, Jair ; Necchi Júnior, Orlando [2]
Número total de Autores: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Brazilian Journal of Plant Physiology; v. 18, n. 3, p. 379-388, July/Sept. 2006.
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Botânica
Assunto(s):Algas   Caráceas   Nitella cernua   Fotossíntese   Fluorescência
Resumo

Photosynthetic characteristics (assessed by chlorophyll fluorescence and O2 evolution) were analysed monthly during one year in a tropical population of Nitella cernua from southeastern Brazil (20º50'32" S, 49º26'15" W). Parameters derived from photosynthesis-irradiance (PI) curves by fluorescence (high values of the photosynthetic parameter, Ik, and lack or low values of photoinhibition, b) suggested adaptation to high irradiance, whereas those by O2 evolution showed a different pattern (low values of Ik and compensation irradiance, Ic, high values of photosynthetic efficiency, a, and photoinhibition). Parameters from PI curves by O2 evolution suggested light acclimation: Ik and maximum photosynthetic rate, Pmax (as rETR, relative electron transfer rate) increased, whereas a became significantly lower under higher irradiance (winter)... (AU)

Resumo

Foram analisadas mensalmente, durante um ano, as características fotossintéticas (por meio de fluorescência da clorofila e evolução de O2) de uma população tropical de Nitella cernua do sudeste do Brasil (20º50'32" S, 49º26'15" W). Parâmetros derivados das curvas fotossíntese-irradiância (FI) por fluorescência (alto valor do parâmetro de saturação de luz, Ik, e ausência ou baixa fotoinibição, b) sugeriram adaptação a alta irradiância, enquanto aqueles por evolução de oxigênio mostraram adaptações à sombra (baixo valores de Ik e de irradiância de compensação, Ic , altos valores de eficiência fotossintética, a, e b). Parâmetros das curvas FI por oxigênio sugeriram aclimatação à luz: Ik e taxa fotossintética máxima, Fmax (analisada como rETR, taxa relativa de transporte de elétrons) aumentaram e a foi significativamente menor sob irradiância mais alta (inverno)... (AU)

Processo FAPESP: 01/06139-3 - Análise ecofisiológica comparativa entre espécies de macroalgas de ambientes lóticos: temperatura e irradiância
Beneficiário:Orlando Necchi Junior
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular