Busca avançada
Ano de início
Entree


Hemodiluição normovolêmica aguda: estudo experimental comparativo utilizando amido hidroxietílico a 6% ou solução de Ringer lactato

Texto completo
Autor(es):
Denise Aya Otsuki
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo. , tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ/SBD)
Data de defesa:
Membros da banca:
Jose Otavio Costa Auler Junior; Denise Tabacchi Fantoni; Adilson de Oliveira Fraga; Filomena Regina Barbosa Gomes Galas; Angelo João Stopiglia
Orientador: Jose Otavio Costa Auler Junior
Área do conhecimento: Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS; Biblioteca Digital de Teses e Dissertações - USP
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia; FMVZ/T.1378
Notas: Trabalho iniciado como bolsa de mestrado: processo 00/10824-0
Resumo

Hemodiluição normovolêmica aguda é um procedimento utilizado para diminuir a necessidade de transfusões sangüíneas em diversas cirurgias de grande porte. Poucos trabalhos avaliam as alterações hemodinâmicas e perfusão tecidual através de estudo ecocardiográfico e tonometria gástrica. Foram utilizados 23 porcos (peso 46.6 ± 6.0 kg) anestesiados com quetamina, fentanil e propofol e instrumentados para monitorização hemodinâmica convencional. Os animais foram randomizados em três grupos 30 minutos após estabilização da anestesia: Grupo I (Controle), Grupo II (amido hidroxietílico) e Grupo III (Ringer lactato). Os animais do grupo II e III foram submetidos ao protocolo de hemodiluição com hematócrito alvo de 15%. A retirada de sangue foi realizada em 30 minutos e a expansão plasmática feita simultaneamente com amido hidroxietílico ou Ringer lactato nas proporções de 1:1 ou 1:3 em relação ao sangue retirado. Os parâmetros hemodinâmicos e de oxigenação, pH gástrico, ecocardiografia transesofágica (fração de ejeção através do método Simpson) foram coletados antes da hemodiluição (T0), no fim do procedimento de hemodiluição (T1) e após uma e duas horas (T2, T3). Os dados foram submetidos a análise de variância para medidas repetidas, seguida pelo teste Tukey e teste T student. Resultados: Em relação aos parâmetros do grupo controle, não houve diferença significante durante todo o procedimento. No grupo II e grupo III, houve aumento no índice cardíaco após hemodiluição (T0=5,80±1,46; T1=10,64±1,69 L.min-1.m2 e T0=5,53±1,18, T1=7,91±1,40 L.min-1.m2 respectivamente), e diminuição do índice de resistência vascular sistêmica (T0=1753±336, T1=822±140 dina.s.cm-5.m-2 e T0=1673±566, T1=1026±190 dina.s.cm-5.m-2 respectivamente), ambos estatisticamente significante. A fração de ejeção apresentou aumento significativo após a hemodiluição no grupo II. O pH gástrico diminuiu significativamente no grupo III. O lactato arterial aumentou de forma significante no grupo III após a hemodiluição. A microscopia eletrônica do ventrículo esquerdo mostraram discreta destruição de miofilamentos no grupo II. Houve destruição importante nas miofibrilas no grupo III. Conclusão: Estes resultados sugerem que na hemodiluição moderada a grave, o amido hidroxietílico consegue preservar melhor a estabilidade hemodinâmica do que a solução de Ringer lactato. (AU)

Processo FAPESP: 02/11935-6 - Hemodiluição normovolêmica aguda em porcos: estudo comparativo de viabilidade tecidual através de avaliação hemodinâmica, ecocardiográfica e bioquímica
Beneficiário:Denise Aya Otsuki
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto