Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Uma área de relevante interesse biológico, porém pouco conhecida: a Reserva Florestal do Morro Grande

Texto completo
Autor(es):
Metzger, Jean Paul [1] ; Alves, Luciana F. ; Goulart, William ; Teixeira, Ana Maria de Godoy ; Simões, Sílvio Jorge C. ; Catharino, Eduardo Luís Martins
Número total de Autores: 6
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências - Brasil
Número total de Afiliações: 6
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Biota Neotropica; v. 6, n. 2 2006.
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Ecologia
Assunto(s):Reservas florestais   Geologia   Pedologia   Clima   Hidrografia   Mata Atlântica
Resumo

A Reserva Florestal do Morro Grande (RFMG, 10.870 ha) é um dos maiores remanescentes florestais do Planalto Atlântico paulista, região que foi submetida a fortes pressões de desmatamento tanto para a agricultura quanto para a exploração da lenha e do carvão e, mais recentemente, para a expansão imobiliária. A RFMG situa-se sobre embasamento cristalino, justo acima da Serra de Paranapiacaba, em altitudes que variam de 860 a 1075 m, numa região de transição entre o clima pluvial tropical do litoral e da encosta Atlântica, com o clima estacional do interior do estado. Por conseguinte, suas florestas acabam tendo uma composição de espécies particular, com elementos das florestas ombrófila densa e mesófila semi-decidual. Apesar desta particularidade, não houve até recentemente praticamente nenhum estudo nas florestas do Morro Grande. Foi apenas a partir de 2000 que um grupo de pesquisadores, no contexto de um projeto temático vinculado ao programa BIOTA/FAPESP, procurou analisar de forma sistemática a composição de diferentes grupos taxonômicos, assim como caracterizar processos ecológicos associados com a regeneração florestal. Este artigo tem por objetivo introduzir uma série de nove artigos com os principais resultados dos levantamentos biológicos na RFMG, obtidos nos últimos quatro anos, assim como fazer uma caracterização do histórico e das condições abióticas na Reserva, em termos de embasamento geológico, pedológico, clima, hidrografia, e do uso e cobertura do território. (AU)

Processo FAPESP: 99/05123-4 - Conservação da biodiversidade em paisagens fragmentadas no Planalto Atlântico de São Paulo (Brasil)
Beneficiário:Jean Paul Walter Metzger
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático