Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de gastroenterologia

Texto completo
Autor(es):
Panunto, Marcia Raquel [1] ; Guirardello, Edinêis de Brito
Número total de Autores: 2
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas. - Brasil
Número total de Afiliações: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Latino-Americana de Enfermagem; v. 17, n. 6, p. 1009-1014, 2009.
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Enfermagem
Assunto(s):Administração em enfermagem   Avaliação em enfermagem   Recursos humanos de enfermagem
Resumo

Um dos maiores desafios enfrentados pelo enfermeiro refere-se à necessidade de justificar o quantitativo e qualitativo de pessoal para a prestação da assistência. Para isso, dispõe de ferramentas gerenciais que auxiliam na determinação do pessoal necessário na equipe de enfermagem. Trata-se, aqui, de estudo descritivo, que objetivou avaliar a carga de trabalho de enfermagem em uma unidade clínica e cirúrgica, especializada em gastroenterologia. Para a coleta de dados, utilizou-se o Nursing Activities Score (NAS) por 30 dias consecutivos, totalizando 1080 observações, obtidas do registro de 149 pacientes. A média da pontuação do NAS foi de 34,9% e, considerando que cada ponto do NAS corresponde a 0,24h, foram requeridas, em média, 8,4 horas de enfermagem na assistência nas 24h. Isso significa que o perfil desses pacientes corresponde ao daqueles que requerem cuidados intermediários e semi-intensivos, o que sugere que o NAS pode ser utilizado para avaliar a carga de trabalho de enfermagem na referida unidade. (AU)

Processo FAPESP: 07/59957-1 - Carga de trabalho de enfermagem em uma unidade de gastroenterologia
Beneficiário:Marcia Raquel Panunto
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica