Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Ophiuroidea (Echinodermata): quatro novas ocorrências para o Brasil

Texto completo
Autor(es):
Borges, Michela [1] ; Amaral, Antonia C. Z.
Número total de Autores: 2
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia - Brasil
Número total de Afiliações: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Zoologia; v. 24, n. 4, p. 855-864, 2007.
Área do conhecimento: Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia
Assunto(s):Zoologia (classificação)   Echinodermata   Ophiochitonidae   Ophiuridae
Resumo

Os ofiuróides aqui analisados são procedentes dos programas "Biodiversidade Bêntica Marinha no Estado de São Paulo" – BIOTA/FAPESP-Bentos Marinhos, "Avaliação do Potencial Sustentável dos Recursos Vivos da Zona Econômica Exclusiva" – REVIZEE/Score Sul-Bentos e "Utilização Racional dos Ecossistemas Costeiros da Região Tropical Brasileira: Estado de São Paulo" – INTEGRADO/Subprojeto Bentos. As amostras analisadas foram coletadas nas regiões da plataforma e talude continental do Sudeste e Sul brasileiros, em profundidades entre 10 e 800 m. São aqui descritas e ilustradas quatro espécies de Ophiuroidea, as quais representam novos registros de ocorrência para o Brasil, duas da família Ophiuridae, uma de Amphiuridae e uma de Ophiochitonidae. Este é também o primeiro registro desta última família para o Brasil. Somente Amphiodia trychna (Amphiuridae) foi amostrada na região da plataforma interna (profundidade < 50 m). As demais ocorreram em maiores profundidades (de 314 a 808 m). (AU)

Processo FAPESP: 02/04298-0 - Echinodermata: Ophiuroidea do Norte do estado de São Paulo
Beneficiário:Michela Borges
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado