Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Tradução, adaptação e avaliação psicométrica da escala de conhecimento nutricional do National Health Interview Survey Cancer Epidemiology

Texto completo
Autor(es):
Scagliusi, Fernanda Baeza ; Polacow, Viviane Ozores ; Cordás, Táki Athanássios ; Coelho, Desire ; Alvarenga, Marle ; Philippi, Sonia Tucunduva ; Lancha Júnior, Antonio Herbert [7]
Número total de Autores: 7
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: REVISTA DE NUTRICAO-BRAZILIAN JOURNAL OF NUTRITION; v. 19, n. 4, p. 425-436, 2006.
Área do conhecimento: Ciências da Saúde - Nutrição
Assunto(s):Transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos   Escalas (psicometria)
Resumo

O estudo objetivou traduzir e adaptar, para a língua portuguesa, a escala de conhecimento nutricional aplicada no National Health Interview Survey Cancer Epidemiology e avaliar sua validade e precisão. Após sua tradução e retro-tradução, a escala foi adaptada, substituindo-se alimentos tipicamente americanos por outros típicos do Brasil. Ela foi aplicada em 39 mulheres com transtornos alimentares e 57 estudantes de Nutrição. Esperava-se uma maior pontuação destas últimas, atestando a validade discriminatória do questionário. O instrumento foi reaplicado em 50 estudantes e obteve-se o coeficiente de correlação entre as duas aplicações. As estudantes fizeram 10,5 pontos, com desvio-padrão de 1,7 pontos, enquanto as pacientes fizeram 7,4, com desvio-padrão de 2,6 pontos (p=0,0000001). Apenas 1,75% das estudantes apresentou baixo conhecimento, versus 34,21% das pacientes (p<0,005). Encontrou-se alto conhecimento em 57,90% das estudantes e em 13,16% das pacientes (p<0,005). O coeficiente de correlação de Spearman foi 0,52 (p=0,00009). O teste preencheu os critérios psicométricos para validade, mas sua precisão deve ser reavaliada. Sugere-se que o reteste seja feito em menor intervalo de tempo. Dado que as estudantes ainda estão no processo aprendizado, seria interessante aplicar a escala em nutricionistas, com conhecimento mais sedimentado. (AU)

Processo FAPESP: 03/12337-8 - Influência da atividade física e de fatores psicossociais sobre a validade de três métodos de avaliação do consumo alimentar, segundo marcadores biológicos
Beneficiário:Antonio Herbert Lancha Junior
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular