Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Efeito do tratamento térmico na caracterização microestrutural e das propriedades mecânicas de um aço inoxidável martensítico do tipo 13Cr5Ni0,02C

Texto completo
Autor(es):
Eloy Strobel Filho ; Alex Pereira de Lima ; Neide Aparecida Mariano
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rem: Revista Escola de Minas; v. 60, n. 1, p. 123-127, Mar. 2007.
Resumo

O controle dos ciclos térmicos, nos tratamentos térmicos de têmpera e revenido, nos aços inoxidáveis martensítico do tipo 13Cr5Ni0,02C, é essencial para se obter boa resistência mecânica associada à resistência à corrosão, principalmente em equipamentos para a extração de petróleo. Corpos-de-prova foram austenizados por três horas a 1025°C, com posterior têmpera ao ar e água e revenido a 680ºC por 10 horas e resfriados ao ar. Um segundo grupo de corpos-de-prova foi tratado, termicamente, nas mesmas condições, porém foi realizado alívio de tensão a 150ºC por 1 hora e resfriado ao ar. O revenimento aumenta, substancialmente, a tenacidade e a ductilidade e, em alguns casos, sem redução substancial da resistência mecânica. A elevada dureza e resistência da martensita revenida está relacionada à alta relação de área entre os contornos de cementita e da matriz, pois estas agem como barreiras à movimentação das discordâncias, durante a deformação plástica. Dessa maneira, a matriz que é dúctil, é reforçada pela cementita. (AU)

Processo FAPESP: 02/04827-2 - Estudo do efeito da taxa de solidificacao na resistencia a corrosao de aco inoxidavel martensitico em meio marinho.
Beneficiário:Neide Aparecida Mariano
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Regular