Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Chemical composition, acetylcholinesterase inhibitory and antifungal activities of Pera glabrata (Schott) Baill. (Euphorbiaceae)

Título (Português): Composição química, atividades inibidora da acetilcolinesterase e antifúngica de Pera glabrata (Schott) Baill. (Euphorbiaceae)
Texto completo
Autor(es):
Elaine Monteiro Cardoso-Lopes ; Daisy Maria Bentes de Paula ; Fausto Erritto Barbo ; Amanda de Souza ; Cecília Terumi Teradaira Blatt ; Luce Maria Brandão Torres ; Maria Cláudia Marx Young
Número total de Autores: 7
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: BRAZILIAN JOURNAL OF BOTANY; v. 32, n. 4, p. 819-825, Dez. 2009.
Resumo

Pera glabrata (Schott) Baill. was selected for this study after showing a preliminary positive result in a screening of Atlantic Forest plant species in the search for acetylcholinesterase inhibitors and antifungal compounds. The bioassays were conducted with crude ethanol extract of the leaves using direct bioautography method for acetylcholinesterase and antifungal activities. This extract was partitioned with hexane, chloroform and ethyl acetate solvents. The active chloroform fraction was submitted to silica gel chromatography column affording 12 groups. Caffeine, an alkaloid, which showed detection limits of 0.1 and 1.0 µg for anticholinesterasic and antifungal activities, respectively, was isolated from group nine. After microplate analyses, only groups four, nine, 10, 11 and 12 showed acetylcholinesterase inhibitory activity of 40% or higher. The group 12 was purified by preparative layer chromatography affording four sub-fractions. Two sub-fractions from this group were analyzed by gas chromatography-mass spectrometry and gas chromatography-flame ionization detector. The first sub-fraction showed anticholinesterasic activity and contained two major compounds: 9-hydroxy-4-megastigmen-3-one (84%) and caffeine (6%). The second sub-fraction presented five major compounds identified as 9-hydroxy-4-megastigmen-3-one, isololiolide, (-) loliolide, palmitic acid and lupeol and did not show activity. (AU)

Resumo

Pera glabrata (Schott) Baill. foi selecionada para este estudo a partir de uma triagem de espécies vegetais da Mata Atlântica na busca de substâncias com atividades anticolinesterásica e antifúngica. A técnica da bioautografia direta foi utilizada para a detecção das atividades anticolinesterásica e antifúngica. O extrato etanólico bruto obtido das folhas foi particionado com hexano, clorofórmio e acetato de etila. A fração clorofórmica ativa foi fracionada por cromatografia em coluna de sílica gel fornecendo 12 grupos. Do grupo nove foi isolado o alcalóide cafeína com limites de detecção de 0,1 e 1,0 µg para as atividades anticolinesterásica e antifúngica, respectivamente. Após bioensaio em microplaca, somente os grupos quatro, nove, 10, 11 e 12 apresentaram inibição da acetilcolinesterase maior ou igual a 40%. O grupo 12 foi purificado por cromatografia em camada delgada preparativa de sílica gel fornecendo quatro sub-frações. Duas sub-frações deste grupo foram analisadas por cromatografia a gás-espectrometria de massas e cromatografia a gás com detector de ionização de chama. A primeira sub-fração contém dois compostos majoritários: 9-hidroxi-4-megastigmen-3-ona (78%) e cafeína (6%), e apresentou atividade anticolinesterásica. A segunda sub-fração contém cinco compostos principais identificados como 9-hidroxi-4-megastigmen-3-ona, isololiolida, (-) loliolida, ácido palmítico e lupeol e não apresentou atividade. (AU)

Processo FAPESP: 03/02176-7 - Conservação e uso sustentável da diversidade do Cerrado e da Mata Atlântica: diversidade química e prospecção de medicamentos potenciais - fase II
Beneficiário:Vanderlan da Silva Bolzani
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Temático