Busca avançada
Ano de início
Entree

Criação massal e comercialização de Trichogramma spp. e Cotesia flavipes para o controle de pragas agrícolas

Processo: 01/08394-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de janeiro de 2002 - 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Alexandre de Sene Pinto
Beneficiário:Alexandre de Sene Pinto
Empresa:CP2 Ltda. - ME
Município: Piracicaba
Auxílios(s) vinculado(s):04/13825-9 - Criação massal e comercialização de Trichogramma spp. e Cotesia flavipes para o controle de pragas agrícolas, AP.PIPE3
Bolsa(s) vinculada(s):03/04186-0 - Criação massal e comercialização de Trichogramma spp. e Cotesia flavipes para o controle de pragas agrícolas, BP.PIPE
Assunto(s):Controle biológico  Cotesia flavipes  Controle de pragas  Pragas de plantas 

Resumo

O objetivo do projeto é disponibilizar insetos de boa qualidade ao usuário, já que a falta desse requisito constitui o grande entrave à popularização do controle biológico no Brasil. Atualmente existe um enorme interesse na utilização dessa alternativa, mas nem sempre os insetos estão disponíveis para a compra e, quando estão, os insumos biológicos nem sempre têm a qualidade desejada. Os insetos serão produzidos baseando-se em técnicas convencionais que serão aprimoradas, adaptando-as à realidade brasileira, especialmente na aquisição de componentes de dietas artificiais para criação, reduzindo o custo da mão-de-obra e acompanhando as características biológicas ao longo das gerações para garantir a qualidade do inseto produzido, bem como o seu desempenho em condições de campo. O projeto prevê a utilização de Cotesia flavipes (Cameron, 1891) em cana-de-açúcar, um parasítóide larval para controle de Diatraea saccharalis (Fabr., 1794), tradicionalmente utilizado no Brasil, e Trichogramma spp., parasitóide de ovos que poderá ser utilizado para controlar essa praga em áreas onde a predação de ovos for baixa ou em áreas onde as condições climáticas não permitirem adaptação do braconídeo mencionado. Nesse caso, será utilizado Trichogramma galloi, sendo que outras espécies de Trichogramma (especialmente T. pretiosum) poderão ser comercializadas para controle de lepidópteros em tomate (rasteiro, estaqueado e em casa-de-vegetação), algodoeiro, milho etc., pois a tecnologia de produção desses inimigos naturais já está bastante avançada nas nossas condições (AU)