Busca avançada
Ano de início
Entree

Proveniência sedimentar de grãos de quartzo: comparação de assinaturas TL e OSL com dados termobarometricos e assembleias de minerais pesados

Processo: 07/54889-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2007 - 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:André Oliveira Sawakuchi
Beneficiário:André Oliveira Sawakuchi
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Minerais pesados  Inclusões fluidas  Petrografia 

Resumo

A grande variedade de rochas em que ocorre, a elevada resistência ao intemperismo e a abunância em sedimentos elásticos, tomam o quartzo um excelente candidato para análise de proveniência. Propriedade ligadas às condições (temperatura e pressão) e ambientes de cristalização do quartzo podem ser utilizadas como assinaturas genéticas de suas rochas fontes. Dentre estas propriedades, destacam-se a termoluminescência (TL) e a luminescência opticamente estimulada (OSL). A TL e OSL do quartzo tem sido intensamente estudadas devido à sua utilização para datação de materiais sedimentares e arqueológicos. Estas duas propriedades resultam de impurezas e defeitos na estrutura cristalina do quartzo, os quais estão intimamente associados à sua história termal e de irradiação, incluindo as condições de cristalização. O estágio relativamente avançado dos conhecimentos sobre a TL e OSL do quartzo e a existência de facilidades instrumentais, que permitem a realização de análises em grãos individuais de quartzo, fazem da TL e OSL técnicas com grande potencial para análise de proveniência sedimentar. Amostras de quartzo derivadas de rochas ígneas e metamórficas, cujas condições de cristalização serão estimadas por análises de paragêneses minerais e inclusões fluidas, serão tentativamente discriminadas por meio de parâmetros TL e OSL. Posteriormente, estes parâmetros serão testados para definição de assinaturas genéticas em grãos de quartzo provenientes de sedimentos arenosos. A definição de assinaturas genéticas em grãos individuais de quartzo permitiria a análise de proveniência quantitativa de sedimentos arenosos, o que seria extremamente útil em estudos de correlação estratigráfica, paleogeografia e dinâmica de sedimentação em sistemas deposicionais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SAWAKUCHI, A. O.; GUEDES, C. C. F.; DEWITT, R.; GIANNINI, P. C. F.; BLAIR, M. W.; NASCIMENTO, JR., D. R.; FALEIROS, F. M. Quartz OSL sensitivity as a proxy for storm activity on the southern Brazilian coast during the Late Holocene. QUATERNARY GEOCHRONOLOGY, v. 13, p. 92-102, DEC 2012. Citações Web of Science: 15.
SAWAKUCHI, A. O.; BLAIR, M. W.; DEWITT, R.; FALEIROS, F. M.; HYPPOLITO, T.; GUEDES, C. C. F. Thermal history versus sedimentary history: OSL sensitivity of quartz grains extracted from rocks and sediments. QUATERNARY GEOCHRONOLOGY, v. 6, n. 2, p. 261-272, APR 2011. Citações Web of Science: 43.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.