Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema mês (manufacturing eXecution system) para apoiar as indústrias no atendimento das novas demandas da indústria 4.0

Processo: 17/00959-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2017 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Claudio Vinicius Buonamici
Beneficiário:Claudio Vinicius Buonamici
Empresa:PPI Multitask Sistemas e Automação Ltda
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):18/17189-2 - Desenvolvimento de sistema MES (Manufacturing Execution System) para apoiar as indústrias no atendimento das novas demandas da indústria 4.0, BP.TT
18/09418-1 - Desenvolvimento de sistema MES (Manufacturing Execution System) para apoiar as indústrias no atendimento das novas demandas da indústria 4.0, BP.TT
18/01959-3 - Desenvolvimento de sistema MES (Manufacturing Execution System) para apoiar as indústrias no atendimento das novas demandas da indústria 4.0, BP.TT
Assunto(s):Novas tecnologias da comunicação  Manufatura avançada  Internet das coisas  Competitividade  Indústrias  Brasil 

Resumo

Segundo a Sondagem Especial para a Indústria 4.0 publicada pela CNI em abril de 2016, o uso de tecnologias digitais na indústria brasileira é pouco difundido. Do total das indústrias, 58% conhecem a importância dessas tecnologias para a competitividade da indústria e menos da metade as utiliza. Para 66% das empresas, o custo de implantação é a principal barreira interna à adoção de tecnologias digitais. Praticamente empatadas em segundo lugar têm-se a falta de clareza na definição do retorno sobre o investimento e a estrutura e cultura da empresa, com, respectivamente, 26% e 24% de assinalações. Já para as empresas de setores que se destacam por um maior uso de tecnologia digital, a dificuldade para integrar novas tecnologias ou a infraestrutura de TI inapropriada também são barreiras significativas para a adoção de tecnologias digitais. Ainda segundo a CNI, o alto custo, colocado como um dos principais entraves, pode ser atenuado com a implantação por etapas. A PPI-Multitask é uma empresa nacional e pioneira no desenvolvimento e comercialização de sistemas MES (Manufacturing Execution Systems) no Brasil. A 3ª geração do seu produto de software PC-Factory MES é utilizada em mais de 200 fábricas no Brasil e em mais de uma dezena de fábricas no exterior, em empresas de todos os portes e de diversos segmentos da indústria. A PPI-Multitask destaca-se nesse mercado por sua capacidade de melhor atender as necessidades técnicas e comerciais da indústria brasileira. Em 2015 o PC-Factory MES foi selecionado pela TOTVS S.A. como o produto de MES a ser embarcado com suas ofertas de ERP e comercializado sob a marca TOTVS MES powered by PPI-Multitask. Agora a PPI-Multitask desenvolve o PC-Factory MES 4.0 para ampliar sua atuação no mercado internacional e junto às empresas de pequeno porte e se posicionar como o principal fornecedor nacional de software MES para atender as demandas da Indústria 4.0.Com a sua estratégia já orientada para a Indústria 4.0, em 2016 a PPI-Multitask lançou no mercado a primeira versão do PC-Factory MES 4.0, a 4ª geração da sua solução MES, já sobre uma nova plataforma tecnológica orientada para Computação em Nuvem, integração com Plataformas Digitais IoT e baixo TCO (custo total de propriedade). O principal diferencial do produto é sua arquitetura flexível, que pode ser adequada ao perfil de utilização de tecnologia do cliente e facilita sua adoção por empresas com diferentes culturas e com diferentes níveis de automação e infraestrutura de TI.O objetivo deste projeto é dar continuidade à evolução do PC-Factory MES 4.0, sendo esta fase focada no desenvolvimento de novas funcionalidades que promovam: i) a gestão online da eficiência dos equipamentos, visando a melhoria contínua do OEE (Overall Equipment Effectiveness); ii) a alta acurácia do controle de movimentação de insumos, produtos e dos saldos de estoques no chão de fábrica, visando apoiar a indústria no Brasil na sua adequação à nova obrigatoriedade de escrituração do Livro de Registro de Controle da Produção e do Estoque (Bloco K do SPED), integrante da Escrituração Fiscal Digital - EFD ICMS IPI; iii) a inspeção sistemática e a automação da coleta e análise online de dados do processo produtivo, visando a melhoria contínua da capacidade de processo (Cp e Cpk) e da qualidade do produto; iv) o monitoramento online das ocorrências de manutenção dos equipamentos, visando o aumento da confiabilidade (MTBF) e manutenabilidade (MTTR) ; v) a conexão da infraestrutura do software a serviços orientados a eventos de negócios como Machine Learning, notificações Machine-To-Machine e Machine-To-Man.O resultado esperado deste projeto é um produto com características que viabilizem a adoção das tecnologias digitais citadas acima, no curto prazo, de forma gradual, gerando rápido retorno de investimento em cada uma das fases de implantação e que acompanhe a evolução da maturidade dos sistemas de automação, TI e processos de negócio dos clientes. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.