Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação e validação de modelos matemáticos e do Sistema SMART IPM para a previsão e mapeamento de áreas suscetíveis ao ataque de insetos e recomendação, dimensionamento e agendamento do manejo integrado de pragas da cana-de-açúcar

Processo: 14/02119-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Donavan Peres Rodero
Beneficiário:Carlos Eduardo Aparecido Schults
Vinculado ao auxílio:12/51072-9 - Adaptação e validação de modelos matemáticos e do sistema SMART IPM para a previsão e mapeamento de áreas suscetíveis ao ataque de insetos e recomendação, dimensionamento e agendamento do manejo integrado de pragas da cana-de-açúcar, AP.PIPE
Assunto(s):Manejo integrado   Modelos matemáticos   Pragas de plantas   Softwares   Cana-de-açúcar

Resumo

O desenvolvimento de Sistemas Previsão e Mapeamento de Áreas Favoráveis ao Ataque de Insetos e de Recomendação e Dimensionamento do Manejo Integrado de Pragas como o SMART IPM é de extrema importância para manter a sustentabilidade da produção de bioenergia a partir da sacarose e biomassa da cana-de-açúcar. As pragas podem causar perda total de extensas áreas e determinar a necessidade de reforma de canaviais. Por este motivo, o SMART IPM foi desenvolvido desde 2007 e o presente projeto tem como objetivos dar continuidade a pesquisas iniciadas para poder realizar a: I) validação de modelos de determinação da contribuição de fatores de produção no nível de ataque das principais pragas; II) validação dos modelos para cálculo de favorabilidade de cada grupo de manejo, através do estudo da correlação entre índice de favorabilidade e ataque de pragas em diferentes condições edafoclimáticas; III) validação dos modelos para previsão e mapeamento de áreas favoráveis para o ataque das principais pragas; IV) validação dos modelos para recomendação, dimensionamento e agendamento de atividades para o Manejo Integrado de Pragas, com base no Índice de Favorabilidade; V) validar os modelos para o agendamento de confirmação de áreas favoráveis para o ataque de pragas; vi) adequação do SMART IPM para incorporar as adaptações e os melhores modelos para previsão, otimização e gestão do Manejo Integrado das principais pragas da cana-de-açúcar. Para tanto, o SMART IPM será instalado em pelo menos três usinas, representando diferentes condições edafoclimáticas da cultura de cana-de-açúcar. Para adaptação e validação do sistema na primeira safra serão utilizados dados históricos e obtidos em tempo real, para o Manejo Integrado da Broca (Diatraea saccharalis) e Cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata). Os conceitos de ecoinformática e as novas ferramentas para o desenvolvimento de modelos de previsão e plataformas de tomada de decisão, como tecnologias de sistema de informação geográfica (GIS), lógica fuzzi, redes neurais, data mining geoespacial e temporal e bioestatística. Os modelos otimizados e incorporados no sistema serão validados nas diferentes condições edafoclimáticas de cada usina. Com o desenvolvimento do presente projeto, será possível validar os modelos de previsão de áreas suscetíveis ao ataque das principais pragas da cana-de-açúcar e adaptar o Sistema SMART IPM para incorporar as adaptações e os melhores modelos obtidos no decorrer da experimentação. Desta forma, será possível aumentar a eficiência do manejo integrado de pragas e formular a estratégia mais racional, econômica e ambientalmente correta para o controle com a arma mais indicada, no momento, local e intensidade de controle corretos, contribuindo com a sustentabilidade da produção de cana-de-açúcar. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)