Busca avançada
Ano de início
Entree

Compósito de Fibra de Carbono e Epóxi Bicomponente Aradur LY 5052 processados por RTM e prensagem: comportamento em fadiga.

Processo: 16/07899-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2016
Vigência (Término): 17 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial
Pesquisador responsável:Maria Odila Hilário Cioffi
Beneficiário:Ana Carolina Mendes Quintanilha Silva Santos
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/21970-6 - Comportamento da Compactação de Pré-impregnados de Fibra de Carbono e Epóxi de Materiais Aeroespaciais Durante a Fabricação de Compósitos., BE.EP.IC
Assunto(s):Fadiga   Prensagem   Materiais compósitos   Fibra de carbono

Resumo

Este trabalho de pesquisa visa produzir e estudar o comportamento mecânico de um compósito estrutural constituído por um reforço de tecido biaxial [-45+45] da empresa SAERTEX de fibra de carbono Hexcel IM7 GP em uma arquitetura quadriaxial de [0/90/+45/-45/-45/+45/90/0/0/90/+45/-45/-45/+45/90/0] em 8 camadas, de forma a garantir um volume de fibras superior a 50%, para uma gramatura do tecido igual a 410 g/m2 e Epóxi bicomponente Aradur LY 5052 como matriz. A fabricação deste material deve ser feita cuidadosamente pois o objetivo é evitar a formação de imperfeições no laminado devido às exigências das indústrias, em especial a indústria aeronáutica, na qual a presença de vazios em uma peça estrutural deve ser de no máximo 2%.O compósito será desenvolvido através das técnicas de compressão realizada na máquina de prensagem modelo CMG 100H-15-C da CARVER, com força de compressão máxima de 100 ton e Moldagem por Transferência de Resina, através do sistema de injeção Radius 2100cc RTM Injector . Após a consolidação das placas, serão feitos ensaios de Ultrassom através do equipamento C-scan por imersão em água MI-Scan, modelo PSS600 da MATEC INSTRUMENTS e Fadiga tração-tração, pela máquina servo-hidráulico da marca INSTRON modelo 8801. As amostra serão analisadas quanto às imperfeições presentes na peça e seus efeitos na resistência mecânica. Primeiramente e a partir dos compósitos prontos será realizada a microscopia de inspeção acústica que permite a verificação da impregnação da fibra pela resina considerando alguns tipos de defeitos tais como áreas mal preenchidas na fibra, acúmulos de resina e presença de vazios. Para caracterização mecânica, será realizada a fadiga axial, com o objetivo de identificar a resistência dos materiais submetidos à tensão cíclicas pré-estabelecidas.Portanto, as caracterizações das amostras de compósitos fabricados pelas técnicas RTM e prensagem proporcionam uma comparação e conclusão no que diz respeito à qualidade do processo, isto é, verifica-se em qual conjunto de amostras o resultado é mais satisfatório e condiz com o propósito desta pesquisa em minimizar a porcentagem de defeitos na produção de compósitos estruturais, objetivando chegar a um valor muito próximo de zero.