Busca avançada
Ano de início
Entree

Possível prevenção ou tratamento dos prejuízos induzidos pela exposição no início da gestação ao lipopolissacarídeo em um modelo experimental de autismo

Processo: 12/07007-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Luciano Freitas Felicio
Beneficiário:Thiago Berti Kirsten
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/51886-3 - Neuroimunomodulação: fármacos, estresse e citocinas nas relações entre os sistemas nervoso, endócrino e imune, AP.TEM
Assunto(s):Gravidez   Neuroimunomodulação   Transtornos mentais   Comportamento animal

Resumo

A ativação imune materna no período gestacional tem sido associada a desordens neuropsiquiátricas. Durante o mestrado e o doutorado apoiados pela FAPESP, foi proposto que a exposição ao lipopolissacarídeo (LPS), que mimetiza uma infecção bacteriana (100 ug/kg, i.p., no dia 9,5 da gestação de ratas) seria um modelo experimental de autismo; esta proposta foi baseada em achados em ratos, similares àqueles encontrados em pacientes autistas, que incluem deficiências sociais, na comunicação e na cognição, além de comportamentos repetitivos e da maior prevalência nos machos. Mais ainda, o modelo também revelou ocorrência de redução de tirosina hidroxilase (TH), de dopamina (DA) e de seus metabólitos estriatais. Neste projeto, pretende-se utilizar diferentes intervenções para possível prevenção ou tratamento dos prejuízos associados ao autismo no citado modelo. A primeira intervenção será feita durante a gestação e após a exposição ao LPS; especificamente com a administração de zinco, uma vez que a infecção leva a hipozinquemia materna e fetal, associada também a danos na prole. A segunda intervenção será feita na prole jovem que recebeu o LPS durante a gestação, através da administração da pioglitazona. Este medicamento é empregado classicamente no tratamento de diabetes, e também exerce efeito antiinflamatório, e, por isso, foi eleito como candidato para o tratamento do autismo. Para verificar o sucesso dos tratamentos, serão avaliados os parâmetros reprodutivos, a vocalização ultrassônica, o comportamento de brincar e os níveis de TH, DA e de seus metabólitos no estriado. Os estudos com o zinco e a pioglitazona são de suma importância, pois até hoje não existe nenhum procedimento considerado satisfatoriamente eficiente para prevenir ou tratar o autismo; os medicamentos testados atuam apenas em alguns aspectos comportamentais e com diversos efeitos colaterais indesejáveis. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo cria modelo animal de autismo  

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KIRSTEN, THIAGO B.; BERNARDI, MARIA M. Prenatal lipopolysaccharide induces hypothalamic dopaminergic hypoactivity and autistic-like behaviors: Repetitive self-grooming and stereotypies. Behavioural Brain Research, v. 331, p. 25-29, JUL 28 2017. Citações Web of Science: 2.
KIRSTEN, THIAGO BERTI; CHAVES-KIRSTEN, GABRIELA P.; BERNARDES, SUENE; SCAVONE, CRISTOFORO; SARKIS, JORGE E.; BERNARDI, MARIA MARTHA; FELICIO, LUCIANO F. Lipopolysaccharide Exposure Induces Maternal Hypozincemia, and Prenatal Zinc Treatment Prevents Autistic-Like Behaviors and Disturbances in the Striatal Dopaminergic and mTOR Systems of Offspring. PLoS One, v. 10, n. 7 JUL 28 2015. Citações Web of Science: 8.
KIRSTEN, THIAGO B.; QUEIROZ-HAZARBASSANOV, NICOLLE; BERNARDI, MARIA M.; FELICIO, LUCIANO F. Prenatal zinc prevents communication impairments and BDNF disturbance in a rat model of autism induced by prenatal lipopolysaccharide exposure. Life Sciences, v. 130, p. 12-17, JUN 1 2015. Citações Web of Science: 12.
KIRSTEN, THIAGO B.; GALVAO, MARCELLA C.; REIS-SILVA, THIAGO M.; QUEIROZ-HAZARBASSANOV, NICOLLE; BERNARDI, MARIA M. Zinc Prevents Sickness Behavior Induced by Lipopolysaccharides after a Stress Challenge in Rats. PLoS One, v. 10, n. 3 MAR 16 2015. Citações Web of Science: 6.
GALVAO, MARCELLA C.; CHAVES-KIRSTEN, GABRIELA P.; QUEIROZ-HAZARBASSANOV, NICOLLE; CARVALHO, VIRGINIA M.; BERNARDI, MARIA M.; KIRSTEN, THIAGO B. Prenatal zinc reduces stress response in adult rat offspring exposed to lipopolysaccharide during gestation. Life Sciences, v. 120, p. 54-60, JAN 1 2015. Citações Web of Science: 7.
KIRSTEN, THIAGO B.; LIPPI, LUCIANA L.; BEVILACQUA, ESTELA; BERNARDI, MARIA M. LPS Exposure Increases Maternal Corticosterone Levels, Causes Placental Injury and Increases IL-1B Levels in Adult Rat Offspring: Relevance to Autism. PLoS One, v. 8, n. 12 DEC 2 2013. Citações Web of Science: 29.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.