Busca avançada
Ano de início
Entree

Reator de fluxo contínuo com leito catalítico sensível a micro-ondas para desidratação de etanol a etileno

Processo: 17/24238-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2018 - 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Jermolovicius
Beneficiário:Luiz Alberto Jermolovicius
Instituição-sede: Escola de Engenharia Mauá (EEM). Instituto Mauá de Tecnologia. São Caetano do Sul , SP, Brasil
Pesq. associados: Eduardo Victor dos Santos Pouzada
Bolsa(s) vinculada(s):19/00339-4 - Reator de fluxo contínuo com leito catalítico sensível a micro-ondas para desidratação de etanol a etileno, BP.TT
Assunto(s):Tecnologia de micro-ondas  Reatores químicos  Fluxo contínuo  Etanol  Etilenos 

Resumo

Este projeto preconiza o desenvolvimento de um reator químico de fluxo contínuo, irradiado por micro-ondas na frequência de 2,45 GHz, para a desidratação de etanol a eteno. O trabalho a ser desenvolvido envolve dois universos de atividades, um na área de Engenharia Eletrônica, especificamente na aplicação de micro-ondas de potência, e outro na área de Engenharia Química, especificamente na aplicação de micro-ondas a reações químicas. O desafio é o de conseguir um reator irradiado por micro-ondas que suporte um processo de produção de etileno verde (o produzido a partir de etanol de fonte renovável) assistido por micro-ondas e que apresente viabilidade econômica ao nível do experimento a ser realizado. Este intento será atingido a partir do estudo do fenômeno de radiação em um leito catalítico em cavidade projetada para diminuir/minimizar a reflexão de potência e atingir a temperatura necessária à reação, como também pelo estudo do efeito da aplicação de micro-ondas à reação de desidratação do etanol. O produto primário deste projeto será o conhecimento científico gerado para o dimensionamento de reatores químicos irradiados por micro-ondas e, também, o conhecimento do efeito das micro-ondas sobre a atuação de catalisadores sólidos para a desidratação em questão. O produto físico deste projeto será um reator de fluxo que permita realizar um processo de produção de etileno verde por desidratação de etanol que seja competitivo com os processos convencionais tendo a vantagem de não produzir gases geradores de efeito estufa e não desperdiçar energia aquecendo a estrutura metálica como no caso de um reator convencional. (AU)