Busca avançada
Ano de início
Entree

DendroGrad: aplicando anéis de crescimento, anatomia da madeira e atributos hidráulicos em um gradiente ambiental para avaliar as respostas de crescimento de três espécies tropicais à fertilização por CO2

Processo: 18/01847-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2019 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Peter Stoltenborg Groenendyk
Beneficiário:Peter Stoltenborg Groenendyk
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Pesq. associados: Arlete Aparecida Soares ; Dr Lucy Rowland ; Francisca Soares de Araújo ; Franciscus Johannes Sterck ; Ignacio García González ; Pieter Alle Zuidema ; Rafael Silva Oliveira
Assunto(s):Dendrocronologia  Ecologia florestal  Fisiologia vegetal  Cavitação  Isótopos estáveis  Mudança climática  Árvores  Madeira 

Resumo

Um dos principais desafios na ecologia florestal tropical e nos estudos sobre mudanças climáticas é prever as respostas de ecossistemas tropicais aos efeitos sinérgicos de diferentes mudanças ambientais globais: em temperatura, níveis atmosféricos de CO2, nutrientes e disponibilidade de água. A pesquisa proposta aqui aplicará técnicas de ponta no campo da ecologia tropical - medidas de atributos hidráulicos, análise de anéis de crescimento, anatomia quantitativa da madeira e medidas de isótopos estáveis - para elucidar respostas no crescimento e funcionamento de espécies arbóreas tropicais a mudanças ambientais. Pretendemos quantificar essas respostas em uma escala sub-continental e avaliar o papel modificador da fertilidade do solo e da precipitação nas características hidráulicas, nos fatores climáticos que determinam o crescimento arbóreo e avaliar as respostas das árvores ao aumento dos níveis de CO2 atmosférico nos últimos 150 anos. Pretendemos: (1) avaliar como traços hidráulicos relacionados à resistência à seca e os correspondentes atributos anatômicos da madeira variam em um gradiente de precipitação e fertilidade do solo; (2) desvendar como a variação climática anual afeta o crescimento arbóreo e a anatomia da madeira, e como a influência do clima varia em sobre os gradientes de precipitação e fertilidade do solo; e (3) estudar a fertilização do crescimento arbóreo por CO2 nos últimos 150 anos e avaliar se a magnitude desta fertilização é mediada pela precipitação e fertilidade do solo. Vamos produzir uma base dados exclusiva sobre os principais fatores que afetam o desempenho e crescimento de três espécies arbóreas e avaliar como esses fatores variam em grandes gradientes ambientais. Finalmente, este projeto ajudará a estabelecer uma linha de pesquisa integrativa e de vanguarda no estado de São Paulo e treinará estudantes de graduação, mestrado e doutorado em métodos ecológicos de última geração. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.