Busca avançada
Ano de início
Entree

Inclusão de exossomos derivados de fluido folicular durante a pré-maturação de oócitos bovinos com NPPC: efeitos sobre a maturação e a competência oocitária

Processo: 19/11174-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2020 - 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Gisele Zoccal Mingoti
Beneficiário:Gisele Zoccal Mingoti
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesq. associados:João Carlos Pinheiro Ferreira ; Marcelo Fábio Gouveia Nogueira ; Priscila Chediek Dall' Acqua
Assunto(s):Exossomos  Bovinos  Oócitos 

Resumo

A maturação oocitária é regulada por diversos mecanismos que atuam conjuntamente no complexo cumulus-oócito (CCO) incluso no folículo ovariano. No entanto, o cultivo in vitro dos oócitos provoca um desequilíbrio dos agentes regulatórios, resultando numa menor eficiência e qualidade dos mesmos. Métodos que bloqueiam temporariamente a maturação meiótica in vitro podem mimetizar alguns dos sinais foliculares que ocorrem in vivo, o que pode proporcionar melhor condição para que o oócito complete a maturação citoplasmática e nuclear, inclusive acumulando transcritos e proteínas que serão essenciais para o desenvolvimento embrionário subsequente. No presente trabalho iremos avaliar a eficiência do peptídeo natriurético tipo C (NPPC) sobre a manutenção da funcionalidade (abertura) das junções gap e a manutenção da compactação da cromatina em configuração onde sabidamente ainda ocorre alguma atividade transcricional (GV0 e GV1). Adicionalmente, no sistema de pré-maturação (pré-MIV) aqui proposto serão adicionadas vesículas extracelulares (exossomos) oriundas do fluido de folículos ovarianos em diferentes momentos da onda de desenvolvimento folicular. Espera-se que a eventual incorporação de exossomos aos CCOs aumente ainda mais a quantidade ou tipo de transcritos no oócito. Desta forma, será investigado o acúmulo de transcritos nas células do cumulus ou oócito, visando avaliar a efetividade do tratamento sobre o maior acúmulo de transcritos de genes relacionados à qualidade do oôcito e à aquisição da competência para o desenvolvimento embrionário. Como a implicação prática desta proposta é o aumento da produção de embriões, a avaliação final deste estudo será a determinação da efetividade da estratégia de pré-MIV proposta sobre as taxas de produção e qualidade dos blastocistos produzidos, determinada pela avaliação do número de blastômeros e taxas de apoptose. (AU)