Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de produtos fitoterápicos a base de curcuminóides como anti-inflamatórios para aplicações na área veterinária

Resumo

No Brasil, assim como em vários países ao redor do mundo, o mercado veterinário cresce a cada ano, bem como o apelo a produtos naturais e sustentáveis como os fitoterápicos. Apenas 1% do mercado de fitoterápicos no Brasil é voltado ao segmento veterinário, porém o setor cresce em torno de 25% ao ano, superando qualquer outro. Este projeto se encaixa dentro deste ramo, propondo os curcuminoides, ativos extraídos da planta popularmente conhecida como açafrão da terra, ou Curcuma longa L, como solução fitoterápica. Os curcuminóides possuem diversas propriedades terapêuticas comprovadas na literatura científica, e, além disso, têm grande potencial comercial como anti-inflamatório para animais, incluindo linhas pet, portes médio e grande. Apesar deste potencial, há uma limitação a ser superada: a solubilidade dos curcuninóides. Este é um fator determinante para sua biodisponibilidade quando administrada oralmente, isto porque os curcuminoides pertencem à classe II do Sistema de Classificação Biofarmacêutica, ou seja, baixa solubilidade e alta permeabilidade oral. De acordo com a revisão científica, dispersão sólida (DS) é um conceito adequado para solucionar os problemas da curcumina e demais curcuminoides. Há alguns trabalhos publicados que tiveram sucesso em aumentar a solubilidade do composto, porém a carga de ativo era muito baixa, limitando a sua utilização em produtos farmacêutico-veterinários. O trabalho tem como objetivo desenvolver dispersões sólidas microparticuladas de curcumina em carreadores lipídicos pelo processo de spray congealing, o qual dispensaria o uso das cargas inertes por ser operado em baixas temperaturas (0 até 15°C), produzindo partículas altamente carregadas de curcumina. Para tanto, propõe-se nesta Fase 1 do projeto PIPE/FAPESP a investigação da viabilidade técnica de obtenção de micropartículas de dispersões sólidas de curcuminóides com alto carregamento deste ativo e a avaliação de: 1) aumento de solubilidade, 2) taxa de dissolução 3) estabilidade, 4) atividade anti-inflamatória in vitro; e 5) custos efetivos do processo. (AU)