Busca avançada
Ano de início
Entree

Algoritmo de compartilhamento de viagens multimodal

Processo: 20/13848-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2021 - 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Matemática da Computação
Pesquisador responsável:Domingos Soares Neto
Beneficiário:Domingos Soares Neto
Empresa:Bynd Serviços de Tecnologia Ltda
CNAE: Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis
Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis
Município: São Paulo
Assunto(s):Aprendizado computacional  Inteligência artificial  Mobilidade urbana  Multimodalidade  Otimização  Georreferenciamento  Transporte urbano  Locomoção  Veículos 

Resumo

Nas grandes cidades brasileiras assim como em diversas cidades espalhadas pelo mundo, o carro é o recurso preferido para se deslocar. No entanto, grande parte das viagens de carro são feitas apenas com um único ocupante, o motorista. A taxa de ocupação média de veículos em uma cidade como São Paulo é de apenas 1,4, o que representa aproveitar na maioria dos casos apenas 20 a 25% da capacidade do veículo. Essa escolha ineficiente de transporte traz externalidades negativas com os congestionamentos. A circulação de carros representa cerca de 70% da poluição em uma grande cidade e é uma das principais fontes de estresse dos cidadãos. As perdas também são sentidas sob o ponto de vista econômico. Estudos mostram que o Brasil como um todo perde aproximadamente R$267 bilhões todo ano por decorrência de ineficiências relacionadas ao trânsito. Dentro desse contexto, as empresas em geral são responsáveis por movimentar milhões de pessoas diariamente. De acordo com o World Resources Institute (WRI), os deslocamentos à trabalho representam aproximadamente metade de todos os deslocamentos na cidade. A ineficiência observada no trânsito se aplica também aos deslocamentos corporativos. As políticas de mobilidade corporativa são ainda bastante incipientes e possuem grande oportunidade de otimização. Entre os problemas que surgem com frequência podemos citar ocorrência de funcionários usando transportes individualmente para irem aos mesmos lugares, uso de fretados abaixo da capacidade e ainda frotas ociosas. Problemas esses que causam também perdas econômicas diretas a essas empresas. Dado o grande impacto que a mobilidade corporativa exerce sobre a dinâmica na cidade, buscar formas mais eficientes e sustentáveis para deslocamento de colaboradores se torna crucial para nos movimentarmos em direção a cidades mais inteligentes e com maior qualidade de vida. O presente projeto tem por objetivo demonstrar a viabilidade técnica e o potencial de otimização de um protótipo de sistema integrado multimodal de mobilidade corporativa, que utilize algoritmos de aprendizado de máquina para sugerir, para cada colaborador e em tempo real, o transporte mais eficiente para uma determinada rota, possivelmente combinando diferentes modais e possibilidades de compartilhamento entre usuários, com o propósito de minimizar o tempo de deslocamento, desvio de rota e custo de viagem. Será desenvolvido e testado um algoritmo de otimização para mapear as melhores opções de modais disponíveis, em tempo real, para o deslocamento de colaboradores, realizando a combinação de rotas compatíveis para o compartilhamento de transporte entre usuários e também a combinação de diferentes modais em uma mesma rota como caminhada, transporte público, aplicativos de transporte e caronas para viabilizar a chegada mais eficiente ao destino, seja em um deslocamento casa-trabalho-casa ou em viagens pontuais à trabalho. Para a construção do protótipo, o desenvolvimento do algoritmo de otimização de compartilhamento multimodal será integrado ao desenvolvimento de uma aplicação para celular que permita o acesso dos usuários à solução e painéis administrativos para acompanhamento dos resultados. Com a execução desse projeto deseja-se verificar a viabilidade técnica e o potencial de otimização de um algoritmo de viagens multimodais compartilhadas que seja acessível de forma simples através de uma interface para celular em um sistema integrado multimodal de mobilidade corporativa. Em caso afirmativo para sua viabilidade e potencial de otimização, espera-se aumentar a eficiência do deslocamento de pessoas com escolhas mais inteligentes de transporte, gerando resultados como: redução de despesas com mobilidade corporativa; redução de tempo de deslocamento dos colaboradores; redução de emissões de carbono relacionadas ao deslocamento de pessoas; maior percepção de bem-estar dos usuários em seu deslocamento. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)