Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de componentes cerâmicos para bombas centrífugas

Processo: 20/00868-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2021 - 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:André Almeida Silva
Beneficiário:André Almeida Silva
Empresa:Andre Almeida Silva
CNAE: Fabricação de produtos cerâmicos não-refratários não especificados anteriormente
Município: São Paulo
Pesq. associados: Luis Antonio Genova
Bolsa(s) vinculada(s):21/10723-6 - Produção de componentes cerâmicos para bombas centrífugas, BP.PIPE
Assunto(s):Sinterização  Usinagem  Conformação mecânica  Zircônia  Alumina  Materiais cerâmicos  Bombas centrífugas 

Resumo

Este projeto é resultante de alguns anos de P&D relacionados ao processamento de materiais cerâmicos, sendo que o tema do Mestrado de André Almeida Silva, pesquisador responsável por esta proposta, teve como objetivo o estudo da usinagem de corpos cerâmicos a verde ou parcialmente sinterizados, obtidos a partir de corpos prensados isostaticamente. Os corpos utilizados foram de alumina, de zircônia e um compósito 20% alumina/ 80% zircônia. Para tanto foi utilizada uma fresadora CNC de pequeno porte e baixo custo. Foram avaliados diversos parâmetros referentes às características dos compactados (como densidade aparente, resistência mecânica, entre outros) e referentes ao processo de usinagem em si (profundidade de corte, avanço, rotação, tipo de ferramenta e refrigeração). A otimização destes parâmetros e o consequente domínio do processo, permitiram a usinagem de diferentes corpos de geometria complexa. Como desdobramento destes estudos, buscou-se transformar a tecnologia desenvolvida em potenciais produtos que possam suprir necessidades do mercado. Após a análise de várias possibilidades, considerando-se aspectos técnicos, econômicos e comerciais, concluiu-se que o setor de bombas é um mercado muito promissor para a introdução de peças cerâmicas: trata-se de um setor bastante dinâmico, com muitas fábricas instaladas no país, desde empresas de grande porte até pequenas empresas especializadas em nichos específicos de mercado, que fornecem bombas, peças de reposição e sistemas de bombeamento para os mais variados setores produtivos, podendo-se citar indústrias alimentícias, farmacêuticas, químicas, petroquímicas, de papel e celulose, de tintas, gás e óleo, na mineração, na agricultura, no tratamento de efluentes, saneamento básico, etc. Dada a diversidade de aplicações dos sistemas de bombeamento, têm-se diferentes tipos de bombas, e com as mais variadas solicitações mecânicas, químicas e térmicas. Os materiais cerâmicos, por apresentarem elevada resistência ao desgaste, inércia química e suportar altas temperaturas podem substituir com muitas vantagens as ligas metálicas e polímeros, hoje amplamente utilizados nos componentes das bombas, como as carcaças, rotores, pistões, engrenagens, válvulas e selos mecânicos. O mercado brasileiro, por diversas manifestações obtidas com profissionais do setor, sente a falta de um fornecedor nacional para estes componentes, o que também contribuiu para a definição desta proposta. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)