Busca avançada
Ano de início
Entree

Técnicas de datação in situ dos sistemas Rb-Sr e Lu-Hf aplicadas à petrocronologia

Processo: 22/00661-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2022 - 30 de abril de 2023
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Convênio/Acordo: Cardiff University
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Vinícius Tieppo Meira
Beneficiário:Vinícius Tieppo Meira
Pesq. responsável no exterior: Marc-Alban Millet
Instituição no exterior: Cardiff University, País de Gales
Pesq. responsável no exterior: Morten Andersen
Instituição no exterior: Cardiff University, País de Gales
Instituição Sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:21/00967-5 - Esclarecendo a evolução de montanhas antigas com petrocronologia e luz síncrotron, AP.R
Assunto(s):Geocronologia  Geodinâmica  Petrologia  Termodinâmica  Tectônica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Geocronologia | Geodinâmica | Petrologia | Termodinâmica | Tectônica

Resumo

Petrocronologia é um ramo das Ciências da Terra que baseia-se em dados termodinâmicos de sistemas complexos multicomponentes e multifase e cronômetros específicos para associar tempo (idade ou duração) com processos tectônicos e/ou formadores de rochas e suas condições físicas. O sucesso da aplicação da abordagem da petrocronologia é baseada no desenvolvimento de base de dados termodinâmicos e técnicas computacionais para modelagem termodinâmica (direta, inversao ou iterativa), além de técnicas analíticas de alta resolução espacial, incluindo imageamento químico e textural e datação in-situ. Avanços significativos em técnicas de datação in-situ foram conseguidos nas últimas décadas com a utilização de espectrômetros de massa de íons secundários (SIMS) e com o sistema de ablação a laser conectado a espectrômetros de massa com plasma inductivamente acoplado (LA-ICP-MS), permitindo a obtenção de medidas composicionais químicas e isotópicas de materiais sólidos na escala de poucas micras. Mais recentemente, o desenvolvimento de um novo equipamento com arranjos de espectrômetros de massas e células de reação em série (LA-triple quad ICP-MS) permitiu a datação in-situ de minerais nos sistemas isotópicos Rb-Sr e Lu-Hf, expandindo as possibilidades de datação de diversos minerais formadores de rochas, como micas, feldspatos, calcita e granada, dentro da abordagem petrocronológica. Esse novo equipamento foi recentemente instalado no laboratório CELTIC, da Universidade de Cardiff, que possui os professores doutores Marc-Alban Millet e Morten Andersen como diretores. Portanto, essa proposta de projeto de mobilidade tem como objetivos: (i) treinamento analítico e o uso desse novo equipamento pelo beneficiário da proposta (visita à Universidade de Cardiff), (ii) organizar um curso de curta duração e trabalho de campo no Brasil pelos pesquisadores parceiros (visita à UNICAMP), e (iii) o desenvolvimento e elaboração de futuros projetos de pesquisas colaborativos entre os investigadores participantes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)