Busca avançada
Ano de início
Entree

Ictiofauna da Estação Ecológica de Juréia Itatins: subsídios para a gestão integrada das unidades de conservação do mosaico

Processo: 22/09920-4
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2023 - 30 de setembro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Convênio/Acordo: Secretaria do Meio Ambiente - Fundação Florestal
Pesquisador responsável:Milena Ramires de Souza
Beneficiário:Milena Ramires de Souza
Instituição Sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade Santa Cecília (UNISANTA). Santos , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Amanda Aparecida Carminatto ; Bruno Lopes da Silva Ferrette ; Claudio de Oliveira ; Mariana Clauzet ; Matheus Marcos Rotundo ; Miguel Petrelli Junior
Assunto(s):Ecologia de comunidades  Ecologia de populações  Genômica populacional  Ictiofauna  Biodiversidade  Áreas de conservação 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:avaliação da biodiversidade | Centropomus parallelus | genômica populacional | Gestão Áreas Protegidas | Gestão pesqueira | Ecologia de comunidades e populações

Resumo

A Estação Ecológica Jureia Itatins (EEJI) faz parte de uma área de extrema importância ecológica e socioambiental, que abriga uma parcela significativa da Mata Atlântica com grande biodiversidade e endemismo e imersa em um Mosaico de Unidades de Conservação (UCs) do Estado de São Paulo. Sua diversa ictiofauna estabelece interações com as unidades de conservação limítrofes, com diferentes categorias de proteção. O presente projeto visa avaliar a estrutura da comunidade ictiofaunística da EEJI e estimar a estrutura genômica populacional do robalo-peva Centropomus parallelus, um dos mais importantes recursos pesqueiros e socioeconômico regional. Para tal, serão coletados exemplares da ictiofauna através de pescarias experimentais com redes de emalhe em oito pontos do Rio Una nas quatro estações climáticas e duas campanhas amostrais no Rio Verde e zonas costeiras adjacentes. Enquanto para a avaliação da estrutura genômica populacional de C. parallelus, serão realizadas coletas no Rio Verde e na zona costeira adjacente. Em cada ponto amostral serão caracterizados os fatores físico-químicos e, em laboratório, os peixes serão identificados morfologicamente, mensurados, pesados e a descrição dos estádios de macro maturação gonadal. Serão realizadas análises considerando a abundância por guildas tróficas, descritores de diversidade e índices de incremento energético. Nas análises moleculares serão estimadas a estrutura genômica populacional, avaliação de adaptação local, níveis de diversidade genética e estimativa do tamanho efetivo populacional. Com estes resultados, será possível auxiliar a gestão integrada das UCs do Mosaico Jureia Itatins, em consonância com as Metas de Aichi e convenção da Biodiversidade e integrar novos resultados aos obtidos em financiamento anterior para pesquisa em área do Mosaico Jureia Itatins (FAPESP: 2019/19431-8), onde ficou evidente que os robalos, especialmente, o C. parallelus, representa um recurso essencial para a socioeconomia regional, o que torna imprescindível o conhecimento sobre suas populações, entender seu comportamento e funções ecológicas nas diferentes unidades de conservação do mosaico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)