Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade da informação em arranjos produtivos locais: atributos e aspectos para análise da contextualização aos interesses do público local

Processo: 08/10920-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Administração - Administração de Empresas
Pesquisador responsável:José Osvaldo de Sordi
Beneficiário:José Osvaldo de Sordi
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Memorial. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Arranjos produtivos locais  Qualidade da informação  Agentes do conhecimento 

Resumo

Esse projeto de pesquisa aborda a análise qualidade da informação, mais especificamente a dimensão contextualização da informação, ou seja, o nível de adequação desta ao seu público-alvo. O estudo aborda a percepção da qualidade do ambiente informacional em seis arranjos produtivos locais (APLs) apoiados pela Secretaria de Desenvolvimento do governo do Estado de São Paulo. Para isso, dados são levantados junto a dois importantes grupos de entidades que atuam nos APLs: (a) as empresas que desenvolvem atividades econômicas centrais do APL, e (b) as que desempenham o papel de agente do conhecimento, como universidades, institutos de pesquisa e consultores. A percepção da qualidade das informações apontada pelas empresas que desempenham atividade econômica central será confrontada com o nível de contextualização das informações disponibilizadas pelos agentes do conhecimento à realidade do APL. Com essa investigação em campo, espera-se gerar um nível de entendimento e discussão que permita identificar atributos e seus respectivos aspectos/critérios para mensuração da dimensão contextualização da informação junto aos APLs. O valor central da pesquisa está em auxiliar gestores de centros de informação ou de centros de conhecimentos dos APLs a gerirem a importante subjetividade da dimensão contextualização da informação. Ressalta-se a importância da disponibilidade de informações de qualidade para evolução dos APLs para Sistemas Produtivos e Inovativos Locais (SPILs). Para sociedade os SPILs são mais atrativos, por serem "aglomerações" de empresas que apresentam maior competitividade, longevidade e rentabilidade para região que estão inseridas. Entre as muitas diferenças do ambiente dos APLs e dos SPILs está a melhor cooperação e eficácia em termos de comunicação, o que aumenta a capacidade delas em termos de aprendizagem, tornando-as "empresas que aprendem". Assim, esse projeto aborda a discussão de como proceder à análise da contextualização da informação, enquanto uma das dimensões da qualidade da informação, a partir de um importante contexto social: o desenvolvimento dos arranjos produtivos locais. (AU)