Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa e desenvolvimento de uma aplicação de apoio a esportes coletivos, utilizando interfaces pen-based

Processo: 11/50064-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Pedro Henrique Borges de Almeida
Beneficiário:Pedro Henrique Borges de Almeida
Empresa:Clansoft Desenvolvimento de Software Ltda (ClanSoft)
Município: Campinas
Vinculado ao auxílio:08/58404-1 - Pesquisa e desenvolvimento de uma aplicação de apoio a esportes coletivos utilizando tablet PC, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):11/21791-0 - Pesquisa e desenvolvimento de uma aplicação de apoio a esportes coletivos utilizando tablet PC, BP.TT
11/21864-8 - Pesquisa e desenvolvimento de uma aplicação de apoio a esportes coletivos, utilizando interfaces pen-based, BP.TT
11/21780-9 - Pesquisa e desenvolvimento de uma aplicação de apoio a esportes coletivos, utilizando interfaces pen-based, BP.PIPE
Assunto(s):Metodologia e técnicas de computação  Desenvolvimento de software  Administração esportiva  Planejamento tático  Esportes por equipe  Tablet (dispositivos móveis) 

Resumo

Cada vez mais, assiste-se hoje à aplicação de tecnologia aos esportes, quer pelo emprego de novos materiais, quer através do desenvolvimento de equipamentos especialmente destinados ao preparo, à avaliação e ao aprimoramento do desempenho de atletas ou equipes, em todas as modalidades esportivas. A natação, o salto com vara e o ciclismo são exemplos clássicos de progressos em desempenho aos quais contribuiu de forma importante a aplicação de novos materiais e tecnologias ao equipamento empregado em práticas esportivas. Por outro lado, constitui exemplo muito interessante, e de natureza mais próxima daquela que caracteriza o objetivo deste projeto, o software brasileiro Speed Fight, desenvolvido para dar suporte aos treinamentos da equipe nacional de Taekwondo, e aplicado no Pan Americano Rio 2007. Esse software permite a análise motora dos atletas, o controle de seus treinamentos, e um estudo analítico de suas lutas. E é justamente partindo do princípio de que a computação tem muito a contribuir para um melhor rendimento de equipes praticantes de esportes coletivos, e de seus atletas individualmente, que este projeto foi concebido. Comparado à atual disponibilidade de meios tecnológicos aplicados ao esporte em geral, o emprego desses meios nas etapas de preparação dos atletas nos aspectos táticos e técnicos encontra-se defasado, até mesmo desassistido, em termos de suporte computacional. A parte tática refere-se à distribuição e movimentação dos atletas em campo, sendo que a apresentação e explicação desses conceitos aos atletas torna-se muito mais simples através do uso de recursos áudio-visuais que permitam uma melhor visualização e fixação. A parte técnica tem foco individual, permitindo analisar e mostrar aos atletas seus erros e acertos em fundamentos como passes, finalizações, arremesses, etc. Um dos principais obstáculos ao pleno aproveitamento desse tipo de ferramenta prende-se ao limitado grau de escolaridade de seu usuário alvo, e a sua pouca familiaridade com instrumentos computacionais, determinando, como requisitos essenciais, uma interface amigável e um conjunto de funcionalidades que, sem limitar as opções do usuário, apresentem-se de forma simples e propícia a uma evolução natural em seu uso. É proposta nesse projeto de pesquisa o desenvolvimento de um sistema computacional de apoio à comissões técnicas de esportes, com aplicação na formulação e exposição do planejamento tático de suas equipes, bem como na análise da performance individual dos atletas, baseada em interfaces pen-based, manipuladas através de canetas digitais com as quais o usuário realiza suas operações. Utilizando dispositivos como Tablet PCs e projetores, é possível criar uma interação muito mais próxima da realidade dos usuários, e portanto menos sujeita à resistência freqüentemente oposta à absorção e utilização de novas ferramentas e rotinas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
A tática do jogo