Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação dos eventos de translação/translocação e processamento de moléculas de colágeno tipo 1 por hsp47 e outras proteínas do retículo endoplasmático em fibroblastos de fibromatose gengival

Processo: 95/09339-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 1996 - 31 de agosto de 2000
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Luciano Resende Ferreira
Beneficiário:Luciano Resende Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):98/04748-8 - HSP and er chaperones in hereditary gingival, AR.EXT
Bolsa(s) vinculada(s):98/02243-6 - Estudo da síntese proteica e expressão gênica de HSP47 e Sec61 alfa durante a translação/translocação de moléculas de Colágeno Tipo I em fibroblastos de fibromatose gengival hereditária, BP.MS
96/06965-0 - Modulação dos eventos de translação/translocação e processamento de moléculas de colágeno tipo I por Hsp47 e outras proteínas do retículo endoplasmático em fibrolastos de fibromatose gengival, BP.JP
Assunto(s):Colágeno  Retículo endoplasmático  Periodonto de proteção  Fibromatose gengival 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_107_113_113.pdf

Resumo

A hipótese apresentada neste projeto é que a modulação dos eventos de translação/translocação e processamento de colágeno tipo I em fibroblastos de fibromatose gengival (FG) é realizada por HSP47 e por outras proteínas residentes no retículo endoplasmático (RE). Fibroblastos da condição hereditária de FG produzem quantidade excessiva de colágeno, fornecendo um modelo adequado para o estudo da interação do colágeno tipo I produzido por essas células com HSP47 e outras proteínas do RE. O colágeno tipo I é normalmente uma molécula heterotrimérica composta de duas cadeias pró-a1 (I) idênticas e uma cadeia distinta pró-a2 (I) fornecendo a seguinte estequiometria [2 pró-a1(I), 1 pró-a2(I)]. Um colágeno homotrimérico do tipo I pode também ser encontrado na matrix extracelular de alguns tecidos (condições inflamatórias, tecidos de reparo, fibrose etc.) e é composto de três cadeias pró-a1 com a seguinte estequiometria [3 pró- a1(I)]. Pretendemos demonstrar, por meio de experimentos de imunoprecipitação e Western blot por ECL, a interação de chaperones moleculares do RE, como HSP47, HTP78 e HTP94, com as cadeias nascentes de colágeno I em condições de homeostase e em condições alteradas do ambiente celular (tratamentos que causam uma estimulação ou inibição da produção de colágeno). Subsequentemente, vamos verificar a estequeometria (heterotrimérica ou homotrimérica) do colágeno tipo I produzido por fibroblastos de FG e investigar se a estequeometria encontrada está associada com os níveis de produção de chaperones moleculares. Vamos também investigar se o tratamento de oligonucleotídeos antissensos para HSP47 inibe a síntese de HSP47 dos outros chaperones e de colágeno. Finalmente, vamos verificar a expressão genética (por meio de análise de PCR) de HSP47 e colágeno em condições normais e alteradas. É proposto neste projeto que HSP47 compõe uma porção de um complexo distinto e sucessivo de translação/translocação composto de chaperones moleculares que garante a translocação e processamento de cadeias nascentes de colágeno I. Coletivamente, essa cascata de interações proteína-proteína garante a síntese constitutiva de pró-colágeno tipo I e, portanto, constitui a base para a tolerância de estresse em tecidos conectivos. Estes estudos fornecerão informação importante no mecanismo de controle de eventos patológicos e reativos como os vistos em fibrose, queloide e várias condições genéticas que afetam a estrutura e a formação de colágeno como FG e osteogênese imperfeita. (AU)