Busca avançada
Ano de início
Entree

Ampliação e atualização do acervo da Biblioteca do Instituto de Artes, UNICAMP

Processo: 05/03784-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Infra-estrutura - Faplivros
Vigência: 01 de maio de 2006 - 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes
Pesquisador responsável:José Roberto Zan
Beneficiário:José Roberto Zan
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Multimeios  Bibliotecas  Biblioteca universitária  Aquisição de materiais  Acervo  Livros  Recursos para a pesquisa  Projetos de infraestrutura 

Resumo

O Instituto de Artes é uma unidade de ensino e pesquisa da UNICAMP composta por seis departamentos (Artes Cênicas, Artes Corporais, Artes Plásticas, Música, Multimeios e Cinema), que oferece cinco cursos de Graduação, (Teatro, Dança, Educação Artística, Música e Midialogia) e possui três programas de Pós-Graduação (Artes, Multimeios e Música). Atualmente, conta com 776 alunos matriculados em seus cursos de Graduação e 339 na Pós-Graduação. O presente projeto destina-se à ampliação do acervo da biblioteca do IA/UNICAMP. Essa iniciativa resulta das novas necessidades decorrentes da expansão recentes das atividades de ensino e pesquisa realizadas pelo Instituto. Especialmente os cursos de Pós-Graduação apresentaram um importante crescimento nos últimos anos em função da sua reestruturação e da criação de novos programas. O número de alunos cresceu significativamente, bem como a aprovação de teses e dissertações. Nos últimos 5.anos, o número de alunos matriculados evoluiu de 78 para 339 e foram defendidas 21 teses de doutorado e aprovadas 269 dissertações de mestrado. Ao mesmo tempo, esse crescimento foi acompanhado pela melhora das avaliações realizadas pela Capes. O programa de Multimeios obteve na última avaliação o conceito 4, o segundo maior do Brasil na área, e o de Música recebeu nota 5 na primeira avaliação realizada após a sua criação em 2001, situando-se entre os melhores cursos do País. A solicitação de recursos para a aquisição de 1254 títulos novos resultou de um levantamento criterioso das necessidades de cada área de conhecimento da Unidade feitos por seus pesquisadores. A área que apresentou maior demanda foi a Música, o que se explica principalmente pelo fato de ser a mais numerosa, tanto em relação ao seu quadro de docentes pesquisadores como ao contingente de estudantes matriculados. As obras solicitadas pelos docentes credenciados no Programa distribuem-se pelos seguintes temas: etnomusicologia, ópera, canto coral, semiótica musical, música eletroacústica, harmonia e contraponto e indústria fonográfica. São obras que darão importante suporte ao desenvolvimento de trabalhos vinculados às três grandes linhas de pesquisa da Pós-Graduação em Música, a saber: Práticas Interpretativas, Processos Criativos e “Fundamentos Teóricos. As solicitações relativas ao Programa de Pós-Graduação em Artes contêm obras que se distribuem pelas seguintes áreas temáticas: Arte Moderna e Contemporânea, incluindo estudos de acervos de importantes museus internacionais especializados nesses assuntos; Arquitetura Paisagística, com títulos essenciais para o ensino e a pesquisa em Artes Plásticas, Arquitetura e Urbanismo; Artes Cênicas, que incluem trabalhos voltados para os estudos da voz e da iluminação teatral. Tais pedidos refletem a diversidade de conteúdo do Programa que compreende as linhas de pesquisa Arte e Mediação e Arte, Cultura e Sociedade. Os docentes credenciados no Programa de Multimeios concentram suas solicitações em temas ligados à Antropologia Visual e a estudos da linguagem cinematográfica. São obras que respondem às demandas das suas linhas de pesquisa, a saber: História, Estética e Domínios de Aplicação de Cinema Documentário e de Fotografia e Cinema Ficcional, História e Processos Criativos. As obras solicitadas, além de representarem um suporte importante à pesquisa e de enriquecerem o acervo da Biblioteca do Instituto, contribuirão ainda de maneira relevante para as atividades de ensino de Graduação, que também apresentaram expansão significativa nos últimos anos. Vale destacar a abertura recente de novas graduações como o Curso de Midialogia, com 30 vagas, e Arquitetura e Urbanismo, também com 30 vagas, curso criado pela Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, que conta com a participação do Instituto de Artes e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. (AU)