Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e validação de um método de teleaudiometria para tablet: triagem auditiva automática em escolares

Processo: 13/22013-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2014 - 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Alessandra Giannella Samelli
Beneficiário:Alessandra Giannella Samelli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia  Telemedicina  Audiometria  Tablet (dispositivos móveis)  Triagem  Crianças em idade escolar 

Resumo

Dados epidemiológicos sobre a prevalência de perda auditiva nos países em desenvolvimento são insuficientes para o planejamento de ações mais eficazes para minimizar as conseqüências sócio-econômicas resultantes desta alteração, mas estima-se que a perda auditiva esteja presente em quase o dobro de pessoas, quando se compara países em desenvolvimento e países desenvolvidos. Ações de saúde auditiva na atenção básica deveriam incluir promoção, prevenção e identificação precoce de problemas auditivos junto à comunidade, além de encaminhamentos, quando necessário, para os serviços de média e alta complexidade. No entanto, estas ações não dão conta de atender ou mesmo identificar a demanda, também pelo fato de existir um número limitado de profissionais da saúde que cuidam da audição. Dentro deste contexto, faz-se necessária a criação e adoção de procedimentos acessíveis às áreas carentes do país, que não contam com recursos físicos ou humanos que possibilitem a identificação, o mais precoce possível, de grupos de risco para alterações auditivas. A teleaudiometria automática simula as ferramentas e os padrões de uma audiometria, na forma de triagem, realizada por meio de software instalado em um computador, oferecendo aos pacientes de áreas rurais e remotas a possibilidade de acesso a serviços de diagnóstico com diminuição de custos para o paciente, para o município e para o profissional a realizar a triagem, que não necessita de equipamentos específicos e complexos. No entanto, para que estes instrumentos dentro da teleaudiometria possam ser utilizados, a validação clínica de novos métodos de audiometria automática deve ser realizada. Sendo assim, os objetivos do presente estudo são: desenvolver um software para realização de triagem auditiva automática para tablet com interface de conexão remota com banco de dados central via internet; comparar os resultados obtidos pela triagem auditiva automática com os resultados obtidos pela audiometria convencional (padrão-ouro), em população pediátrica; estabelecer os valores de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo, bem como a acurácia, do referido instrumento, buscando sua validação clínica. O software para instalação em tablet será desenvolvido para a execução de uma triagem auditiva automática, com interface de conexão remota com banco de dados central via internet. O software para realização da triagem auditiva terá um algoritmo que avaliará as frequências de 0,5; 1, 2 e 4 kHz a 20dB em cada orelha separadamente (com fones TDH 39). A resposta do indivíduo ao som será obtida pelo toque na tela sobre um local específico determinado previamente (até 3 segundos após a emissão do tom). Os sons serão emitidos em intervalos aleatórios entre três e oito segundos para impedir que haja um condicionamento frente ao tempo de aparecimento do estímulo. Todo o aparato será calibrado de acordo com as normas vigentes. Após o desenvolvimento do referido instrumento, ele será testado em 250 crianças. Para a validação do instrumento, serão realizados os seguintes procedimentos: meatoscopia, triagem auditiva automática via tablet, audiometria tonal convencional em cabina acústica e imitanciometria. No final da coleta de dados, os resultados da triagem auditiva automática e da audiometria tonal convencional (padrão-ouro) serão comparados para a obtenção dos valores de sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo, bem como da acurácia, buscando a validação clínica do instrumento desenvolvido na presente pesquisa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SAMELLI, ALESSANDRA G.; RABELO, CAMILA M.; SANCHES, SEISSE G. G.; AQUINO, CAMILA P.; GONZAGA, DENISE. Tablet-Based Hearing Screening. TELEMEDICINE AND E-HEALTH, v. 23, n. 9, p. 747-752, SEP 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.