Busca avançada
Ano de início
Entree

AudBility: eficácia de um programa on-line de triagem de processamento auditivo central.

Resumo

Objetivo: Contribuir com a validação do AudBility, considerando o módulo entre 6 e 8 anos, a partir da investigação da sensibilidade e especificidade, bem como sugerir um protocolo mínimo de triagem do processamento auditivo central (PAC) nessa faixa etária.Método: Estudo do tipo descritivo analítico, prospectivo de acurácia diagnóstica, de corte transversal. Trata-se de amostra de conveniência de uma Escola da Rede Pública de Ensino. Foram triados na primeira etapa do estudo 154 escolares na faixa etária entre 6 e 8 anos, falantes nativos do português do Brasil, com normalidade nos procedimentos de triagem periférica e sem diagnóstico prévio de alterações cognitivas/síndromes ou transtornos do neurodesenvolvimento. As tarefas do AudBility analisadas neste estudo foram: localização sonora (LS), fechamento auditivo (FA), figura-fundo (FF), dicótico de dígitos (DD), resolução temporal (RT) e ordenação temporal de frequência (OT-F). Na segunda etapa 112 crianças realizaram diagnóstico do PAC no Laboratório da Instituição. O cálculo da eficácia (sensibilidade/especificidade) de cada tarefa foi obtido por meio da construção da curva ROC para os testes com mais de cinco crianças alteradas no diagnóstico. Resultados: Na faixa etária entre 6 e 7 os valores de acurácia foram: FA (76,9%); FF (61,6%); DD (78,8% à orelha direita e 84,4% à orelha esquerda no sexo feminino e de 63,2% à orelha esquerda no sexo masculino); RT (77,1%) e OT-F (74,4% à orelha direita e 82,4% à orelha esquerda). Aos 8 anos os valores foram: FF (76,5%); DD (71,7% à orelha esquerda do sexo feminino e de 77% à orelha direita no sexo masculino); RT (56,5%) e OT-F (54,1% à orelha direita e 70% à orelha esquerda). Conclusões: O AudBility apresentou variações nos valores de sensibilidade e especificidade entre as tarefas auditivas e faixas etárias, com melhor eficácia em escolares na faixa etária entre 6 e 7 anos, exceto para a tarefa FF. Sugere-se para ações de triagem a aplicação do protocolo envolvendo cinco tarefas na faixa etária entre 6 e 7 anos e com quatro tarefas aos 8 anos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)