Busca avançada
Ano de início
Entree

Inversor Grid-Tie para geração distribuída fotovoltaica com controle da injeção de potências ativa e reativa e capacidade de operação Ilhada

Processo: 14/11609-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2014 - 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Canesin
Beneficiário:Carlos Alberto Canesin
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Pesq. associados: Guilherme de Azevedo e Melo
Assunto(s):Geração de energia elétrica  Geração distribuída  Energia fotovoltaica  Redes de distribuição de energia elétrica  Conversores elétricos 

Resumo

Esta pesquisa propõe o desenvolvimento de metodologias de controle e proteção para aplicação em inversores trifásicos de até 30kVA de sistemas de Geração Distribuída Fotovoltaica com capacidade de acumulação, considerando-se a operação conectada (Grid-Tie Mode) à Rede de Distribuição de Energia Elétrica (RDEE) em Corrente Alternada (CA) e em Baixa Tensão (BT), com a possibilidade de operação no modo ilhado (Island Mode) e capacidade de injeção de Potências Ativas e Reativas.Neste contexto, com vistas à eficiência energética e garantia de padrões de qualidade de energia (QEE) em sistemas de distribuição de energia elétrica com Geração Distribuída (GD), no cenário das aplicações de tecnologias modernas de controle da operação e regulação de micro-redes com GD, esta pesquisa se propõe a implementar e analisar o desempenho um inversor trifásico para GD fotovoltaica com capacidade de injeção de potências ativa e reativa, considerando-se um sistema com acumulação em baterias de íons de lítio, permitindo a operação conectada à RDEE, ou, ilhada para alimentação de cargas locais.Portanto, considerando-se as pesquisas já desenvolvidas no LEP/UNESP-Ilha Solteira, neste tema, esta pesquisa tem o objetivo fundamental de contribuir, no estado da arte, para o desenvolvimento de estruturas inversoras para aplicações fotovoltaicas que tenham capacidade ancilar de regulação das RDEE (injeção de potências ativa e reativa) no modo conectado, assim como, de operar no modo ilhado, alimentado cargas locais prioritárias e com capacidade de regulação (Tensão(V) e Frequência(f)) destas micro-redes, com o propósito da gestão e controle integrado dos recursos de GD com eficiência energética e garantia dos indicadores de qualidade de energia (controle do fluxo de potências, eficiência energética, redução de perdas, melhoria dos indicadores gerais de QEE), possibilitando ainda a operação segura (considerando-se normas IEC, IEEE, NBR IEC) em seus diferentes modos de operação (conectado ou ilhado). (AU)