Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação entre a tomografia de coerência óptica Spectralis com o programa Nsite axonal Analytics system, a perimetria computadorizada e o potencial evocado visual padrão reverso e multifocal em doenças compressivas e inflamatórias da via óptica anterior

Processo: 13/26585-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2015 - 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Mário Luiz Ribeiro Monteiro
Beneficiário:Mário Luiz Ribeiro Monteiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia  Nervo óptico  Neurite óptica  Neuromielite óptica  Potenciais evocados visuais  Perimetria  Tomografia de coerência óptica 

Resumo

Introdução: A mensuração da integridade da retina e do nervo óptico é importante elemento no estudo das afecções da via óptica. Para tanto, várias tecnologias de medida destas estruturas foram desenvolvidas incluindo a tomografia por coerência óptica (TCO), o eletrorretinograma de padrão reverso de campo total (PERG) e multifocal (PERG-mf) e o potencial evocado visual de padrão-reverso (PEV-pr) e multifocal (PEV-mf). A capacidade da TCO e do PERG e PERG-mf em quantificar a via óptica anterior já foi verificada em nossos estudos prévios, investigando pacientes com hemianopsia temporal por compressão quiasmática e atrofia em banda (AB) do nervo óptico e pacientes com neuropatias ópticas inflamatórias por esclerose múltipla (EM) e neuromielite óptica (NMO). No entanto, recentes avanços possibilitaram o desenvolvimento da TCO de domínio spectral (TCO-DS) com altíssima resolução comparado aos tomógrafos anteriores, com grande velocidade de aquisição e com recurso que permite a redução de artefatos de movimento ocular e com a possibilidade medida de diferentes camadas da retina além da medida da espessura da coróide (EC). A obtenção de medidas de espessura individual de camadas da retina é fundamental para avançar no conhecimento da correlação entre tais medidas e aquelas do campo visual (CV) e de testes eletrofisiológicos. Além disso, o desenvolvimento do software "Nsite Axonal Analytics system", desenvolvido para o aparelho Spectralis HRA (Heildelberg Engineerings) deve melhorar a acurácia da medida da camada de fibras nervosas da retina (CFNR) particularmente do feixe papilomacular. Tal aparelho está disponível em nosso serviço tendo sido obtido através de auxílio FAPESP anterior (projeto 2011/50936-7) necessitando apenas os softwares acima descritos para execução do projeto atual. Esta atualização será extremamente importante na linha de pesquisa do projeto atual e beneficiará também outros projetos futuros da nossa linha de pesquisa. Objetivos: Comparar as medidas da camada de fibras nervosas retiniana (CFNR) peripapilar usando os recursos do programa "Nsite Axonal Analytics system", da espessura na área macular (total e segmentada) além da EC com a TCO de altíssima resolução, em pacientes com compressão quiasmática, EM, NMO, mielite longitudinal transversa extensa (MTALE) entre si e com controles normais. Estimar a correlação entre estas medidas e os achados do CV, PEV-pr e PEV-mf. Métodos: Estudo de coorte transversal com 30 pacientes com AB por compressão quiasmática e defeito de CV sequelar, 30 com EM, 30 com NMO, 30 com MTALE e 30 controles normais. Serão submetidos a exame oftalmológico completo, CV automatizado, PEV-pr, PEV-mf e TCO-SS com medida da CFNR peripapilar, medida da espessura retina e da coroide do polo posterior (abrangendo 30 graus). Serão analisadas a espessura total da retina bem como separadamente da CFNR macular, e de camadas da retina incluindo a camada de células ganglionares (CCG), a plexiforme interna, a nuclear interna (CNI) e a plexiforme externa. O resultado do PEV-mf e da perimetria serão analisados em diferentes setores do CV e os da TCO-DS em diferentes setores do disco óptico e da mácula para possibilitar avaliar a correlação dos achados da TCO-DS com os do PVE-mf e do CV. Os resultados das medidas da TCO-DS, do PVE-pr, do PVE-mf e do CV serão comparados. A correlação entre os achados será investigada. A ocorrência de degeneração microcística da CNI será avaliada nos diferentes grupos acima. Resultados esperados: Avaliar o desempenho diagnóstico do equipamento com as atualizações de software na detecção das alterações na CFNR, camadas da retina e da EC em olhos com AB, EM e espectro da NMO em relação aos normais, quando analisamos individualmente as camadas da retina a a CFNR com o novo software. Determinar a correlação entre os achados da TCO-DS e aqueles observados ao PVE-pr e PVE-mf, bem como dos defeitos de CV. Avaliar a EC e a incidência de microcistos na CNI nestes pacientes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FILGUEIRAS, THIAGO G.; OYAMADA, MARIA K.; PRETI, RONY C.; APOSTOLOS-PEREIRA, SAMIRA L.; CALLEGARO, DAGOBERTO; MONTEIRO, MARIO L. R. Outer Retinal Dysfunction on Multifocal Electroretinography May Help Differentiating Multiple Sclerosis From Neuromyelitis Optica Spectrum Disorder. FRONTIERS IN NEUROLOGY, v. 10, AUG 27 2019. Citações Web of Science: 0.
DE ARAUJO, RAFAEL B.; OYAMADA, MARIA K.; ZACHARIAS, LEANDRO C.; CUNHA, LEONARDO P.; PRETI, RONY C.; MONTEIRO, MARIO L. R. Morphological and Functional inner and Outer retinal layer abnormalities in eyes with Permanent Temporal hemianopia from chiasmal compression. FRONTIERS IN NEUROLOGY, v. 8, DEC 4 2017. Citações Web of Science: 1.
SOUSA, RAFAEL M.; OYAMADA, MARIA K.; CUNHA, LEONARDO P.; MONTEIRO, MARIO L. R. Multifocal Visual Evoked Potential in Eyes With Temporal Hemianopia From Chiasmal Compression: Correlation With Standard Automated Perimetry and OCT Findings. INVESTIGATIVE OPHTHALMOLOGY & VISUAL SCIENCE, v. 58, n. 11, p. 4436-4446, SEP 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.