Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da elevada concentração de CO2 e do estresse hídrico na microbiota associada à rizosfera de cana-de-açúcar

Processo: 15/00408-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2015 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Renato Vicentini dos Santos
Beneficiário:Renato Vicentini dos Santos
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Laura Maria Mariscal Ottoboni
Assunto(s):Biologia de sistemas  Microbiota  Expressão gênica  Transcriptoma  Mudança climática  Cana-de-açúcar  Dióxido de carbono 

Resumo

As mudanças climáticas de fonte antropogênica são causadas pelo aumento da emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa, provocando alterações na temperatura e no regime pluviométrico em todo o mundo. No Brasil, estima-se que o aumento da concentração de CO2 irá provocar um acréscimo na temperatura média e seca em determinadas regiões, como no norte e nordeste, enquanto que, em outras regiões, como no sudeste, o volume de chuva será maior. Todas essas alterações ambientais podem afetar diretamente os cultivos agrícolas. A cana-de-açúcar é uma importante cultura agrícola para o Brasil, principalmente nas regiões sudeste, centro-oeste e nordeste, sendo o estado de São Paulo o maior produtor. Uma queda na produção de cana-de-açúcar poderia ocasionar grandes prejuízos para os produtores e para a indústria sucroalcooleira. Dessa forma, é importante prever o impacto das variações climáticas tanto nos próprios cultivares quanto na microbiota associada, uma vez que as bactérias podem interferir diretamente no comportamento das plantas no campo. Na rizosfera, as bactérias do solo e as plantas estão intimamente relacionadas. As plantas liberam exudados radiculares os quais atuam como fonte de carbono para várias bactérias. Estas, por sua vez, podem atuar direta ou indiretamente, para melhorar o crescimento e a produtividade das plantas, através da produção de compostos promotores de crescimento vegetal. Dessa forma, qualquer alteração na fisiologia das plantas submetidas a diferentes condições de estresse pode acarretar mudanças na microbiota da rizosfera, uma vez que os micro-organismos são capazes de responder rapidamente às mudanças ambientais. O estudo do efeito das mudanças ambientais na rizosfera de cana-de-açúcar poderá proporcionar novas informações a respeito da interação planta-microbiota e como as bactérias poderiam auxiliar as plantas a sobreviverem em condições adversas. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito do aumento do CO2 atmosférico e do estresse hídrico na microbiota da rizosfera associada à cana-de-açúcar. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, LETICIA B.; ANDRADE, GABRIELA S.; MENEGHIN, SILVANA P.; VICENTINI, RENATO; OTTOBONI, LAURA M. M. Prospecting Plant Growth-Promoting Bacteria Isolated from the Rhizosphere of Sugarcane Under Drought Stress. Current Microbiology, v. 76, n. 11, p. 1345-1354, NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.