Busca avançada
Ano de início
Entree

Workshop para a desenvolvimento e aplicação de modelos bio-ópticos/semi-analíticos no monitoramento de ecossistemas aquáticos por satélites de observação da terra

Processo: 15/19653-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 17 de abril de 2016 - 23 de abril de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Cláudio Clemente Faria Barbosa
Beneficiário:Cláudio Clemente Faria Barbosa
Pesquisador visitante: Emmanuel Sebastien Boss
Inst. do pesquisador visitante: University of Maine, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Oceanografia  Limnologia  Sensoriamento remoto 

Resumo

A utilização de técnicas de sensoriamento remoto vem ganhando espaço como forma de estudo e monitoramento de corpos de águas continentais. Entretanto, esta tecnologia ainda é pouco utilizada no Brasil, pela ausência de uma ampla caracterização bio-óptica, assim como da carente avaliação de algoritmos de sensoriamento remoto para a recuperação de componentes opticamente ativos. Como forma de suprir esta demanda foi criado no ano de 2013, o Laboratório de Instrumentação para Sistemas Aquáticos (LabISA), com o apoio da FAPESP, CNPq e ANEEL que contemplou a aquisição de diversos equipamentos para a caracterização bio-optica in situ e em laboratório. Desde então, campanhas de campo tem sido realizados com o objetivo de adquirir uma base de dados abrangente para o posterior teste e aplicação de algoritmos de sensoriamento remoto. Contudo para garantir a qualidade da aquisição e processamento dos dados coletados, uma análise criteriosa deve ser feita, especialmente para corpos de água de interior em que não há ainda um consenso sobre a melhor metodologia a ser adotada. Neste intuito, o "Workshop para o desenvolvimento e aplicação de modelos bio-ópticos/semi-analíticos no monitoramento de ecossistemas aquáticos por satélites de observação da Terra" visa trazer ao Brasil o pesquisador Emmanuel Boss, reconhecido especialista neste campo de conhecimento, com o objetivo de avaliar o conjunto de dados adquiridos assim como promover a discussão de desafios metodológicos para aplicações em sensoriamento remoto. O Dr.Boss tem ampla experiência na utilização de equipamentos de ótica hidrológica sendo pioneiro no desenvolvimento de equipamentos e na obtenção de medidas de propriedades óticas em diferentes sistemas aquáticos. Seus estudos englobam aspectos empíricos e teóricos de já tendo publicado mais de 100 artigos em periódicos. A vinda do Dr.Boss terá também como objetivo a aproximação de pesquisadores brasileiros de óptica hidrológica principalmente do estado de São Paulo. Serão promovidas reuniões em que pesquisadores e alunos de pós-graduação terão a chance se reunir com o pesquisador visitante o que possibilitará também a construção de parcerias científicas futuras. (AU)