Busca avançada
Ano de início
Entree

SIMULA- sistema de apoio à decisão para competitividade com qualidade de vida: estudos e simulações do absenteísmo e presenteismo nas empresas

Processo: 15/00879-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de março de 2016 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Rafael Damasco Silveira
Beneficiário:Rafael Damasco Silveira
Empresa:Integrare Aprendizagem e Treinamento Ltda. - ME
Município: Campinas
Pesquisadores principais:Eduardo Cardoso de Oliveira ; João Mario Francisco Teixeira ; Matheus Silva Mota ; Samuel Bastos Buchdid
Auxílios(s) vinculado(s):16/19651-0 - SIMULA A&P - sistema de apoio à decisão para competitividade com qualidade de vida: estudos e simulações do absenteísmo e presenteismo nas empresas, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):16/15584-6 - Modelagem de dados de comportamento organizacional e desenvolvimento de sistemas de apoio à decisão, BP.TT
16/15568-0 - Desenvolvimento de protótipo de um simulador de comportamento organizacional, BP.TT
16/02604-9 - Modelagem de dados de comportamento organizacional aplicada a sistemas de apoio à decisão, BP.TT
16/02599-5 - Desenvolvimento de protótipo de um simulador de comportamento organizacional, BP.TT
16/02584-8 - Simula: sistema de apoio à decisão para competitividade com qualidade de vida: estudos e simulações do absenteísmo e presenteismo nas empresas, BP.PIPE
Assunto(s):Simulação por computador  Administração de projetos  Qualidade de vida  Competitividade  Absenteísmo  Presenteísmo 

Resumo

A diminuição do absenteísmo e do presenteísmo (A&P) - decorrentes da baixa qualidade de vida, segurança e saúde no trabalho - é prioridade para instituições, pois diminuem seu desempenho financeiro/operacional e prejudicam trabalhadores e sociedade. Estimativas revelam que o A&P representam 10,7% dos custos de produção, oneram os sistemas de saúde e previdência, aumentam conflitos trabalhistas. Soluções requerem arquiteturas organizacionais que integrem desempenho operacional com qualidade de vida no trabalho, demandando compreensão das interações entre variáveis organizacionais (carga de trabalho, desafio cognitivo de tarefas, clima organizacional, produtividade, custos, inovação) e variáveis humanas (nível de competência, saúde física e mental, satisfação, nível de cooperação/relações internas). Este projeto objetiva desenvolver um protótipo do software SIMULA que permitirá, a partir da simulação computacional, avaliar impactos financeiros e subsídios para reduzir A&P nas organizações e os problemas associados. O projeto está estruturado em três eixos metodológicos inter-relacionados, em nove meses: Revisão da literatura e levantamento de dados (grupo 1); Estudos e validação de modelos (grupos 2 e 3); e Desenvolvimento do simulador (grupos 4 e 5). A gestão deste projeto utilizará as práticas do PMBOK/"Project Management Book of Knowledge". Através das várias funcionalidades do SIMULA, serão viabilizados serviços inovadores de apoio à tomada de decisão - com incertezas e níveis de erro inerentes a todo simulador - para escolha de investimentos/ações com maior cobertura e efetividade na redução do A&P e de seus impactos, especialmente nas áreas de produção, recursos humanos, saúde e segurança no trabalho. Serão três categorias de serviço: simulação/estudos de cenários, análise de custos/benefícios de ações e identificação/otimização de elementos críticos. São dois segmentos alvo preferenciais: empresas de médio/grande porte e instituições de apoio empresarial, como associações e instituições pertencentes à CNI e Federações Regionais. A identificação da demanda decorre de serviços similares que a INTEGRARE oferece a clientes desses segmentos, como SESI-SP/BA/CE, SESI-Nacional, SENAI-SP, ABIMO, Sense, CBC, etc. Um terceiro segmento são instituições interessadas na saúde do trabalhador e minimização de problemas trabalhistas (previdência privada, sindicatos, secretarias de saúde, tribunais do trabalho). Estima-se aumento de receita de R$200.000,00 no primeiro ano e crescimento de 20% ao ano pelos cinco anos seguintes. Os impactos da objetividade e racionalidade na tomada de decisões, sem descuidar da subjetividade que caracteriza os problemas mais complexos, contribuirão para: melhorar o desempenho operacional da empresa; diminuir custos decorrentes; melhorar a qualidade de vida no trabalho, com impactos na saúde do trabalhador; minimizar as externalidades socioeconômicas negativas das empresas, diminuindo conflitos trabalhistas e contribuindo para melhorias nos sistemas de saúde e previdência. O SIMULA apresenta um conceito inovador, utilizando arquitetura lógica e modelos de difícil identificação pelos entrantes, pois se baseiam em estudos/projetos desenvolvidos nos últimos cinco anos pelo Coordenador deste Projeto (que se licenciará do CTI Renato Archer no início das atividades do projeto). Levantamentos de mercado e da literatura identificaram inexistência de produtos similares contemplando a integração profunda de variáveis humanas e organizacionais. As tendências apontam para simulações de maior complexidade, como as proporcionadas pelo SIMULA, como fundamental para viabilizar organizações competitivas promotoras do necessário desenvolvimento socioeconômico. (AU)