Busca avançada
Ano de início
Entree

Dietas suplementadas com minerais orgânicos e inorgânicos para Tilápia do Nilo Oreochromis niloticus (fases juvenil, reprodutora, larval)

Processo: 16/11953-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Elizabeth Romagosa
Beneficiário:Elizabeth Romagosa
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Fábio Bittencourt ; Giovani Sampaio Gonçalves ; Taís da Silva Lopes
Assunto(s):Reprodução  Larvas 

Resumo

Estudos com microminerais têm sido desenvolvidos com a finalidade de garantir melhor absorção desses nutrientes no trato intestinal dos peixes, sem entrar no processo de competição iônica, normalmente determinada pela presença de maior concentração de íons minerais. O presente estudo tem por objetivo avaliar a substituição de minerais (selênio, zinco, ferro, cobre e manganês) inorgânicos por suas formas orgânicas em dietas para diferentes fases de desenvolvimento durante o ciclo de vida da tilápia do Nilo (Fase 1. Juvenil; Fase 2. Reprodutora na 1º Maturação Gonadal; Fase 2.1 - Larval; Fase 3. Manutenção dos Reprodutores; Fase 4. Reprodutora na 2º Maturação Gonadal e Fase 4.1 Larval). As dietas serão formuladas de acordo com as exigências nutricionais de cada fase, com distinção apenas nas formas de minerais a serem suplementados em cada, sendo: T1 - 100 % minerais inorgânicos (controle), T2 - 100% minerais orgânicos, T3 - 25% de minerais orgânicos e 75% de minerais inorgânicos, T4 - 50% de minerais orgânicos e 50% de minerais inorgânicos e T5 - 75% de minerais orgânicos e 25% de minerais inorgânicos. Nas distintas fases serão avaliados parâmetros zootécnicos, reprodutivos, enzimáticos, histológicos, sanguíneos e concentração de minerais em vértebra, carcaça e ovos. Os resultados serão submetidos às análises estatísticas que melhor se ajustarem ao modelo experimental. Espera-se com o desenvolvimento do presente trabalho atender a demanda existente da iniciativa privada de uma ração suplementada com minerais adequadas, aumentando a produção de ovos e larvas, proporcionando melhorias no desenvolvimento dos animais, consequentemente, otimizando custo e benefício. (AU)