Busca avançada
Ano de início
Entree

Conceito Glenoid track na instabilidade gleno-umeral: avaliação através de elementos finitos

Processo: 16/10287-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2017 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Gilberto Luís Camanho
Beneficiário:Gilberto Luís Camanho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Arnaldo Amado Ferreira Neto ; Eduardo Angeli Malavolta ; Jorge Henrique Assunção ; José Otavio Reggi Pécora ; Mauro Emilio Conforto Gracitelli
Assunto(s):Método dos elementos finitos  Ortopedia 

Resumo

Devido a sua configuração anatômica, que permite uma grande e importante amplitude de movimento, a articulação gleno-umeral tem uma frequência alta de luxação, podendo corresponder, em algumas populações, a até metade dos casos de luxações. . No período de 2002 a 2006 foi estimada a ocorrência anual de 69.486 casos de luxação de ombro nos EUA, o que corresponde a uma incidência de 23.9 casos por 100.000 pessoas/ano. Grande parte destas luxações tornam-se recorrentes, complicação esta que leva a importante limitação do paciente para desempenhar atividades laborativas e esportivas. . Existem muitos fatores preditivos de recorrência, destacando-se entre eles a idade do primeiro episódio, o grau de atividade e a presença de lesões ósseas.A principal lesão estrutural decorrente da luxação anterior do ombro é a avulsão capsulo-labral anterior chamada de "Lesão de Bankart". O labrum anterior é fundamental na estabilidade do ombro e sua lesão pode levar a luxações recorrentes, necessitando de sua reinserção na glenóide para que a estabilidade do ombro seja reestabelecida. A este reparo capsulo-labral damos o nome de "Cirurgia de Bankart". Outras lesões anatômicas que podem ocorrer são fraturas da borda da glenóide (Bankart Ósseo) e fraturas de impacção da cabeça do úmero (Lesão de Hill-Sachs). O tratamento do paciente que apresenta estas lesões ósseas é mais complexo e sua indicação não está bem estabelecida.Indivíduos jovens, sexo masculino, prática de esportes em nível competitivo, erro no diagnóstico de uma excessiva frouxidão capsular e presença de grandes defeitos ósseos glenoumerais elevam o risco de falha do reparo de Bankart. Estudos recentes demonstram a importância das lesões ósseas da glenóide (Bankart ósseo) e do úmero (Lesão de Hill-Sachs) nas falhas cirúrgicas artroscópicas. Cerca de 70 % dos pacientes com recidiva pós-operatória apresentavam alguma lesão óssea significativa. A ausência de parâmetros pré-operatórios confiáveis para avaliar estes defeitos ósseos gera dificuldade na indicação da técnica cirúrgica adequada de tratamento da Instabilidade glenoumeral.A falha do reparo capsulo-labral (cirurgia de Bankart) está mais relacionada nos casos em que, em algum momento do arco de movimento do ombro, a lesão de Hill-Sachs entra em contato com o limite anterior da glenóide (com ou sem lesão). Para entender qual o limite traçado pela borda da glenoide, uma nova corrente de estudo definiu o conceito de "glenoid track" (trilha da glenoide). Esta trilha é definida pelo contato que a glenoide proporciona na superfície articular da cabeça do úmero durante o arco de movimento. Uma vez que a lesão de Hill-Sachs ultrapasse esta trilha, um mecanismo de fulcro ocorre, gerando nova luxação e falha do reparo.Como meio inicial de investigação propomos um estudo através de elementos finitos. O uso da tecnologia de elementos finitos permite uma representação das características biomecânicas das diversas estruturas que compões o ombro. A construção criteriosa de um modelo biomecânico permite que se façam comparações sobre o que ocorre in vivo. Estudos em cadáveres e através de exames de imagem apresentam limitações e até o momento, nenhum estudo em elementos finitos foi utilizado para caracterizar o glenoid track.Nossa proposta é de caracterizar o conceito de glenoid track em modelo biomecânico de elementos finitos. Após construção criteriosa de modelo, esperamos observar as características do contato ósseo durante o arco de movimento, inferindo assim áreas de vulnerabilidade para ocorrência de encaixe da lesão de Hill-Sachs, indicando assim cirurgias que previnam a falha da cirurgia de Bankart. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.