Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento do processo de obtenção de polímeros resultante do processo de produção do biodiesel: polimerização do glicerol

Processo: 11/02021-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Rubens Maciel Filho
Beneficiário:Aline Santana Scotelari de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57860-3 - BIOFABRIS - Instituto de Biofabricação, AP.TEM
Assunto(s):Biodiesel   Glicerol   Polimerização

Resumo

O Projeto Temático Fapesp 2008/57860-3 BIOFABRIS - INSTITUTO DE BIOFABRICAÇÃO tem como objetivo principal a integração de ferramentas de engenharia e ciências fundamentais desenvolver produtos customizados para aplicação na área da saúde. Dentre os objetivos específicos está o desenvolvimento de novos materiais e produtos que possam ser aplicados na área da saúde com diferentes objetivos. Dentro deste contexto o presente Projeto se enquadra nos objetivos do Projeto Temático Biofabris através da obtenção de produtos e sua purificação (glicerol) através da transesterificação do óleo de microalgas fazendo uso de processos supercríticos. Dependendo do tipo de microalga, das condições do meio e das variáveis operacionais é possível direcionar a produção de carboidratos ou de lipídeos ou mesmo de outros produtos de valor agregado mais alto, como por exemplo, vitaminas e anti-oxidantes. No Brasil, a produção de biodiesel já atingiu níveis que apresentam problemas em função do volume de subproduto (glicerol) gerado no processo. O glicerol é um co-produto da transesterificação de triglicerídeos a biodiesel. Muitos segmentos industriais e de pesquisa acadêmica desenvolvem rotas tecnológicas para o aproveitamento e uso deste resíduo para a sua transformação química em produtos de maior valor agregado, sobretudo para a produção de aditivos para combustíveis, e de intermediários, por exemplo, para a produção de plásticos A glicerina possui propriedade plastificante, característica esta que está diretamente relacionada com o poder de conferir mudanças no comportamento de materiais e sistemas. Este Projeto tem como objetivo a aplicação de processamento supercrítico nas fases de reação e separação para uso in situ de microalgas para a obtenção de ésteres (biodiesel) e co-produtos (glicerol) para aplicação em Biofabricação. Deve ser ressaltado que na aplicação destas tecnologias não será feito o uso de solventes orgânicos que podem ter efeitos não desejáveis para aplicações na área da saúde. Deve ser ressaltado que o processo de reação que gera o co-produto (glicerol) faz uso de CO2 supercrítico que é totalmente inofensivo para aplicações em Biofabricação. Este trabalho será continuação do projeto de pós-doutorado (Projeto FAPESP 2011/02021-0) que será de grande validade para o seguimento do Projeto Temático BIOFABRIS (Fapesp 2008/57860-3). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.