Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento reológico de blendas poliméricas

Processo: 05/00709-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2005
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Nicole Raymonde Demarquette
Beneficiário:Vinicius Marçal
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/08901-2 - Comportamento reológico de blendas poliméricas, AP.R
Assunto(s):Polímeros (materiais)   Blendas   Reologia

Resumo

Este projeto é uma solicitação de bolsa de treinamento técnico para o candidato Vinicius Marçal, aluno do núcleo de plásticos “Frederico Jacob”, do SENAI Mario Amato de São Bernardo do Campo. Este aluno garantirá o apoio técnico ao projeto Reologia de Blendas Poliméricas” auxílio de pesquisa da FAPESP 02/08901-2. O projeto de Reologia de blenda prevê o estudo do comportamento reológico de blendas poliméricas e de nanocompósitos. As blendas poliméricas e nanocompósitos são obtidos utilizando-se um reômetro de torque que pode ser acoplado a câmeras de mistura e extrusora dupla rosca (equipamento que foi adquirido pela FAPESP através do processo 00/02744-7). Uma vez as blendas e nanocompósitos obtidos eles são prensados utilizando-se uma prensa hidráulica ou injetora disponível no Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Depois eles são caracterizados utilizando-se três reômetros diferentes: um reômetro rotacional que foi adquirido através de um projeto de auxílio a pesquisa financiado pela FAPESP (97/06071-2), um reômetro capilar e um reômetro elongacional ambos acoplados ao reômetro de torque. O projeto iniciou se em Abril de 2003. No momento 5 alunos de tempo integral (80% bolsistas FAPESP) estão vinculados ao projeto. Devido à fragilidade e a periculosidade dos equipamentos utilizados neste projeto, é necessário que os alunos sempre estejam acompanhados na operação dos mesmos. Por exemplo, o reômetro de torque que está sendo utilizado neste projeto é constituído de uma unidade de comando e possui os seguintes acessórios: duas câmaras de misturas, uma extrusora dupla rosca e acessórios reológicos. Estes acessórios devem ser trocados com frequência. A fim de evitar a quebra de partes e maus manuseios do aparelho é desejável que um técnico ficasse responsável da troca destas peças. Neste projeto está sendo também utilizado um sistema ótico que pode ser acoplado ao reômetro rotacional Este sistema ótico foi desenvolvido nos laboratórios de reologia do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo com financiamento da FAPESP (projeto 99/05898-6). A montagem deste sistema requer cuidados especiais e somente pode ser feita com a ajuda de um técnico. Também, é importante ressaltar que no Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica da USP, não há técnico exclusivo para os laboratórios de processamento e reologia de polímeros. Até dezembro de 2004 o projeto contou com a ajuda do técnico Roger Bom Christensen (Processo FAPESP No. 02/089001-2) que foi contemplado com emprego na empresa Cromex. Desde Dezembro, o projeto não conta mais com ajuda de um técnico, portanto a contratação do aluno irá sem dúvida beneficiar e ajudar no bom andamento do projeto. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.