Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de etanol e levana por Zymomonas mobilis imobilizadas num sistema híbrido alginato/álcool polivinílico

Processo: 11/11110-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Crispin Humberto Garcia Cruz
Beneficiário:Marina de Farias Silva Lorenzetti
Instituição Sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Imobilização   Produção   Levana   Biotecnologia   Etanol   Zymomonas mobilis
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alcool polivinilico | Etanol | imobilização | levana | Produção | Zymomonas mobilis | Biotecnologia

Resumo

A consciência de que os combustíveis fósseis vão se esgotar tem estimulado o interesse na substituição dos processos químicos por processos biológicos. Na fermentação alcoólica, as leveduras são os microrganismos comumente utilizados em nível industrial. Porém, nos últimos anos, a bactéria Zymomonas mobilis vem despertando muito interesse pelo seu potencial na produção de etanol. Além do etanol, a bactéria pode produzir simultaneamente a goma levana. Os exopolissacarídeos, comumente chamados de gomas, têm uma característica muito importante, que é a capacidade de definir ou modificar a estrutura de um alimento. A levana, possuindo essa característica, pode atuar como estabilizante, espessante, gelificante e ser responsável em grande parte, pela textura de alimentos processados. Além dessa característica, existe uma grande procura por alternativas para substituição dos produtos obtidos de animais ou vegetais, tornando o estudo de polissacarídeos de origem microbiana muito importante. Por outro lado, a imobilização celular de bactérias produtoras pode potencializar os resultados destes estudos, tendo vantagens como: obtenção de elevadas concentrações celulares dentro do reator, aumento na taxa de absorção do substrato, melhoria no rendimento e redução dos riscos de contaminação microbiana, entre outros. Assim, este trabalho terá como objetivo avaliar a produção de etanol e levana por Zymomonas mobilis imobilizada num sistema híbrido de alginat/álcool polivinílico (PVA), bem como, a viabilidade dessa bactéria quando submetida a diferentes concentrações de sacarose (05, 10, 25, 30 %), de pH (5,7 e 7,0), e temperatura de incubação de 30° durante 12, 18 e 24 horas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)