Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos funcionais e moleculares relativos às membranas apicais intestinais de Dysdercus peruvianus

Processo: 11/11354-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Walter Ribeiro Terra
Beneficiário:André Coppe Pimentel
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hemiptera   Catepsina L

Resumo

A ordem Hemiptera é a mais diversa dentre os insetos não-holometábolos e inclui os diversos percevejos que sabidamente causam prejuízos à agricultura como o manchador-do-algodão Dysdercus peruvianus. Diferentemente de outros insetos, os Hemiptera apresentam membranas lipoproteicas que revestem as microvilosidades das células intestinais. A dupla membrana no ápice dos enterócitos gera questões intrigantes de como se dá a formação da membrana microvilar externa (perimicrovilar), como ocorre a absorção de nutrientes e como se dá o encaminhamento de enzimas digestivas para o lúmen intestinal. Com isso, pretende-se verificar o mecanismo de secreção da catepsina L digestiva e avaliar a possibilidade da secreção incluir outras enzimas tipicamente lisossômicas como ela, analisar a formação de vesículas de dupla membrana utilizando marcadores celulares, testar e ampliar o modelo de absorção de água e nutrientes e, se houver disponibilidade de tempo, caracterizar cineticamente enzimas digestivas e lisossômicas favoráveis.