Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapas de ligação de cana-de-açúcar com base em marcadores derivados de retrotransposons, EST-SSR, TRAP e AFLP e identificação de QTLs associados à resistência ao carvão

Processo: 11/14189-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Maria Lúcia Carneiro Vieira
Beneficiário:Carmelice Boff de Almeida
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/51708-5 - Mapas de ligação de cana de açúcar com base em marcadores derivados de retrotransposons, ETS-SSR, TRAP e AFLP e identificação de QTLs associados à resistência ao carvão, AP.R
Assunto(s):Marcador molecular   Saccharum

Resumo

A cana-de-açúcar (Saccharum ssp.) é uma espécie com crescente participação na economia, sendo o Brasil o maior produtor mundial de açúcar e etanol derivados de cana. O desenvolvimento de genótipos altamente produtivos e resistentes a fatores bióticos e abióticos é fundamental ao sistema produtivo da cana, visto que, o carvão (Sporisorium scitamineum) é uma doença que provoca perdas significativas tanto na produção como na qualidade do caldo. A construção de mapas genéticos vem se caracterizando como valiosa ferramenta para auxiliar os programas de melhoramento. Os mapas de ligação permitem a identificação de locos envolvidos no controle de características quantitativas, de importância econômica, e possibilitam a seleção assistida por marcadores. Em relação a cana, a construção de mapas genéticos requer a obtenção de grande quantidade de marcadores moleculares, para que os mesmos sejam estabelecidos com razoável nível de cobertura. Além disso, é necessário uma população com elevado número de indivíduos para se detectar e estimar as fases de ligação e as frações de recombinação, dado o fato de se mapear em F1 e a complexidade do genoma da cana. Assim, pretende-se que a bolsista de treinamento técnico auxilie nas etapas do projeto: i) genotipagem de 188 indivíduos da população de cana-de-açúcar advinda do cruzamento 'IAC 66-6' e 'TUC 71-7' utilizando marcadores AFLP, EST-SSR, TRAP e marcadores direcionados a sequências de retrotransposons; e ii) avaliação fenotípica da incidência de carvão nos genitores e na população F1.