Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural e funcional de FleQ de Pseudomonas e Xanthomonas: um importante fator de transcrição envolvido na expressão de genes flagelares e formação de biofilme

Processo: 11/24168-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Vicente de Albuquerque Salles Navarro
Beneficiário:Bruno Yasui Matsuyama
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/13238-0 - Estudos estruturais e funcionais de proteínas envolvidas em vias de sinalização celular mediadas por c-di-GMP, AP.JP
Assunto(s):Cristalografia de proteínas   Expressão gênica   Biofilmes   Pseudomonas aeruginosa   Xanthomonas

Resumo

Até o momento sabe-se que o processo de formação do biofilme está relacionado a diversos fatores externos como quantidade de nutrientes e presença de antibióticos, contudo somente nos últimos anos esse processo tem sido elucidado a nível molecular. Em posição de destaque aparece a molécula sinalizadora c-di-GMP, presente somente em bactérias e cujos níveis intracelulares regulam adesão celular e síntese de exopolissacarídeos, controlando assim, a formação de biofilmes que são responsáveis por uma série de doenças infecciosas principalmente em indivíduos imuno-comprometidos. Embora a biossíntese de c-di-GMP seja bem conhecida, poucos receptores dessa molécula foram identificados até o momento. Entre eles, FleQ de Pseudomonas aeruginosa, um fator de transcrição que é o principal responsável pela expressão dos genes flagelares e que atua também como repressor da síntese de exopolissacarídeos, esta última função sendo mediada por c-di-GMP. Estudos recentes apontam que a FleQ de diferentes espécies de Xanthomonas também está envolvida na expressão dos genes flagelares, contudo, atuando na repressão desse processo, sugerindo que FleQ apresente funções distintas em diferentes bactérias. A alta identidade entre FleQ dos dois organismos levanta a possibilidade de que a proteína de Xanthomonas também seja um receptor de c-di-GMP. Dessa forma, este projeto visa a caracterização da FleQ de Xanthomonas citri como receptor de c-di-GMP, o estudo estrutural e funcional da FleQ de P. aeruginosa e X. citri. Consequentemente, pretende-se elucidar o mecanismo de interação e regulação entre esse mensageiro secundário com FleQ, além da determinação de novos motivos de interação. A longo prazo, esses estudos poderão levar ao desenvolvimento de novas ferramentas e alvos para o desenvolvimento de agentes terapêuticos contra infecções bacterianas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MATSUYAMA, BRUNO Y.; KRASTEVA, PETYA V.; BARAQUET, CLAUDINE; HARWOOD, CAROLINE S.; SONDERMANN, HOLGER; NAVARRO, MARCOS V. A. S. Mechanistic insights into c-di-GMP-dependent control of the biofilm regulator FleQ from Pseudomonas aeruginosa. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 113, n. 2, p. E209-E218, JAN 12 2016. Citações Web of Science: 42.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MATSUYAMA, Bruno Yasui. Caracterização estrutural e funcional de FleQ, fator de transcrição envolvido na expressão de genes flagelares e de formação de biofilme. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.