Busca avançada
Ano de início
Entree

Interferência não-linear de ondas de matéria em fluxos supersônicos de BEC através de canais não-uniformes

Processo: 12/12122-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 30 de setembro de 2012
Vigência (Término): 29 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Arnaldo Gammal
Beneficiário:Eduardo Georges Khamis
Supervisor no Exterior: Gennady El
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Loughborough University, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:10/19044-0 - Física não-linear em átomos ultrafrios armadilhados, BP.PD
Assunto(s):Condensado de Bose-Einstein   Ondas de choque   Vórtices   Solitons

Resumo

O padrão de interferência gerado pela interação de duas ondas 1D de rarefação (RW) foi estudado em [1]. Porém, apenas soluções numéricas foram apresentadas. Este problema pode ser resolvido analiticamente usando os métodos de [2] onde a interação entre as ondas 1D de choque dispersiva (DSW) e RW tem resultados analíticos. Propomos o análogo 2D desse problema fornecendo resultados analíticos e numéricos. Com esse propósito, consideramos o fluxo hipersônico de um condensado de Bose-Einstein (BEC) através de um canal não-uniforme, onde o número de Mach é M>>1. Nesse cenário, considerando que temos um fluxo uniforme (com densidade e velocidade constantes no infinito) estudado no sistema da equação 2D não-linear de Schroedinger (NLS) defocalizadora, espera-se a formação de duas 2D RW e a interferência delas resultaria na formação de uma ou duas 2D DSW separadas por uma solução periódica não-modulada. Usando a aproximação do pistão, esse problema pode ser assintoticamente reduzido para 1D e então os resultados analíticos 1D podem ser comparados com simulações numéricas 2D completas. Outras configurações de canais podem ser consideradas depois assim como a formação de vórtices devido a interferência da RW para velocidades menores do fluxo de BEC. (AU)