Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise Topográfica do Coração do Tamanduá - Bandeira (Myrmecophaga tridactyla, LINNAEUS 1758)

Processo: 12/12982-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Alan Peres Ferraz de Melo
Beneficiário:Michelly Amanda Barssalho
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Centro Universitário de Rio Preto (UNIRP). Sociedade Riopretense de Ensino e Educação. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Anatomia animal   Coração   Tamanduá-bandeira

Resumo

A cada ano que se passa a lista de animais ameaçados de extinção no Brasil cresce cada vez mais. A resposta para esta questão está na ganância e exploração desenfreada do homem, que utiliza das fontes naturais que o planeta tem a oferece de forma irresponsável, sem pensar nas consequências. Além de o homem estar prejudicando a si mesmo, já que as fontes naturais são esgotáveis, ele acaba atingindo os animais, que perdem seu espaço natural e se arriscam nos perímetros urbanos em busca de alimento e abrigo. Vítimas de queimadas, maus tratos e atropelamento, o Myrmecophaga tridactyla, conhecido popularmente como tamanduá - bandeira foi considerada pela IUCN como um animal vulnerável, ou seja, frágil. Graças à migração, ou melhor, invasão do homem em seu habitat, os danos causados a esta espécie vem crescendo gradativamente, e com isso deve aumentar o interesse na preservação dos mesmos. O intuito de estudar a espécie citada é trazer o conhecimento aos profissionais que trabalham na área de clínica médica e cirúrgica, visto que na literatura existe pouco relato sobre a anatomia, morfologia e topografia do coração do Myrmecophaga tridactyla. Serão utilizados dez espécimes de tamanduá - bandeira, cedidos pelo Setor Clínico Cirúrgico de Animais Selvagens (SACCAS) do Hospital Veterinário "Dr. Halim Atique" localizado na cidade de São José do Rio Preto.