Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação da timpanometria de banda larga com os resultados audiológicos em neonatos expostos ao fumo passivo

Processo: 15/04682-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Alessandra Spada Durante
Beneficiário:Marcella Scigliano Gameiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/15810-0 - Correlação da timpanometria de banda larga com os resultados audiológicos em neonatos expostos ao fumo passivo, AP.R
Assunto(s):Audiologia   Poluição por fumaça de tabaco   Recém-nascido

Resumo

Introdução: A busca por métodos eficazes no diagnóstico audiológico é uma grande preocupação para os profissionais da área. O teste de emissões otoacústicas identifica disfunções nas células ciliadas externas que afetam a cóclea. No entanto, a medição é influenciada pelas condições da orelha média. A timpanometria de banda larga é um procedimento diagnóstico capaz de detectar disfunções discretas da orelha média não detectadas à timpanometria convencional, melhorando o valor preditivo na identificação de alterações na orelha média que afetam tanto as emissões otoacústicas quanto os potenciais evocados. Estudos recentes têm apontado para respostas auditivas reduzidas em fumantes passivos. Objetivo: Identificar discretas alterações de orelha média não captadas à timpanometria que possam estar associadas a alterações nas emissões otoacústicas e potenciais evocados auditivos em neonatos expostos ao fumo passivo. Metodologia: A casuística deste estudo será composta por 100 neonatos divididos em dois grupos de acordo com a exposição ao fumo passivo. Procedimentos: os sujeitos realizarão os seguintes testes: concentração da cotinina urinária; Emissões Otoacústicas Evocadas por Transientes, Emissões Otoacústicas Produto de Distorção, o potencial evocado auditivo com estímulo Chirp e Pesquisa da Timpanometria de banda larga. Resultados: As variáveis estudadas serão submetidas à análise estatística para comparação entre os grupos, procedimentos e orelha avaliada. A hipótese inicial do estudo é que a timpanometria de banda larga seja mais sensível na identificação de alterações na orelha média do que a timpanometria convencional, principalmente nos neonatos expostos ao fumo passivo, cujos resultados de emissões otoacústicas e potenciais evocados auditivos devem ser prejudicados em relação ao grupo controle.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)