Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise dos efeitos de inibidores da recombinação homóloga em mutações ribossômicas envolvidas com a resistência à linezolida em cocos Gram-positivos

Processo: 14/27267-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 14 de agosto de 2015
Vigência (Término): 13 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Elsa Masae Mamizuka
Beneficiário:Lara Mendes de Almeida
Supervisor no Exterior: Michael S. Gilmore
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/16108-2 - Análise dos efeitos de inibidores da recombinação homóloga em mutações ribossômicas envolvidas com a resistência à linezolida em cocos Gram-positivos, BP.PD
Assunto(s):Recombinação homóloga   Linezolida

Resumo

Linezolida, um antimicrobiano sintético da classe das oxazolidinonas, é ativo contra importantes patógenos bacterianos, incluindo Staphylococcus spp e Enterococcus spp multi-resistentes. Esta nova oxazolidinona inibe a síntese proteica ao se ligar ao centro peptidil-transferase da subunidade 50S do ribossomo bacteriano. Embora a resistência à linezolida possa ser mediada pelo produto codificado pelo gene cfr ou por mutações nas proteínas ribossômicas L3, L4 e L22, mutações no domínio V do gene rRNA 23S são a causa mais comum de resistência, sendo G2576T a mutação descrita com maior frequência em isolados clínicos resistentes à linezolida. Uma correlação entre o aumento do número de operons RNAr 23S mutados e altos níveis de concentrações inibitórias mínimas (CIM) de linezolida tem sido observada e o processo de recombinação homóloga mediado pela proteína RecA pode ser responsável pela conversão dos alelos selvagens em alelos mutantes. Neste estudo, iremos avaliar diferentes concentrações séricas de linezolida em combinação com inibidores de RecA e comparar a expressão do gene recA em diferentes isolados clínicos resistentes à linezolida. Além disso, o sequenciamento do genoma completo de uma cepa de S. haemolyticus resistente à linezolida que não apresenta nenhum dos mecanismos de resistência descritos até o momento e o de seu derivado sensível serão comparados para elucidar a causa da resistência. O background genético dos isolados de E. faecalis cfr-positivos, que isolamos recentemente de amostras de animais em diferentes estados do Brasil, também será investigado. Dessa forma, poderemos comparar o conteúdo genômico de diferentes isolados resistentes à linezolida provenientes de humanos e animais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALMEIDA, LARA M.; LEBRETON, FRANCOIS; GACA, ANTHONY; BISPO, PAULO M.; SAAVEDRA, JOSE T.; CALUMBY, RODRIGO N.; GRILLO, LUCIANO M.; NASCIMENTO, TICIANO G.; FILSNER, PEDRO H.; MORENO, ANDREA M.; GILMORE, MICHAEL S. Transferable Resistance Gene optrA in Enterococcus faecalis from Swine in Brazil. Antimicrobial Agents and Chemotherapy, v. 64, n. 6 JUN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.