Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de nanomateriais usando líquidos iônicos visando o desenvolvimento de sensores eletroquímicos para a detecção de compostos farmacêuticos

Processo: 15/14100-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Marcos Roberto de Vasconcelos Lanza
Beneficiário:Thais Tasso Guaraldo
Supervisor no Exterior: Darren Walsh
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Nottingham, University Park, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:14/11861-0 - Desenvolvimento de sensores eletroquímicos nanoestruturados na determinação de antibióticos em amostras de interesse ambiental, BP.PD
Assunto(s):Sensores   Materiais nanoestruturados

Resumo

A sintese de nanomateriais com a finalidade de electrocatalisadores é de grande importância no avanço do desempenho analítico de sensores eletroquímicos. O desempenho dos sensores está intimamente relacionado à superfície do material, processo de transferência eletrônica e área superficial. A modificação de superfícies com nanopartículas metálicas (NPs) é uma estratégia amplamente explorada no intuito de melhorar as propriedades eletrocatalíticas. Apesar da inúmeras vantagens do método de eletrodeposição de NPs, algumas dificuldades ainda precisam ser superadas além do fato de alguns metais não poderem ser eletrodepositidas a partir de soluções aquosas. Por essa razão, o uso de meio não aquoso como líquidos iônicos tem sido descrito como uma alternativa promissora na melhoria da qualidade da eletrodeposição. Líquidos iônicos a temperatura ambiente (RTILs) são materiais formados inteiramente por ions e que são líquidos a temperatura inferior a 100 oC. Esses materiais tem sido descritos como alternativas ambientalmente corretas aos solventes orgânicos nos processos químico. Devido a sua ampla janela de potencial e condutividades inerentes, esses líquidos tem sido amplamente empregados para fins eletroquímicos. Além disso, o uso de RTILs também facilita a obtenção de depósitos eletroquímicos nanoestruturados e apresenta muitas vantagens em relação às técnicas de deposição sob vácuo. Nesse projeto, será realizada a eletrodeposição de nanopartículas metálicas sobre filmes de nanodiamantes assim como outros substratos usando líquidos iônicos como eletrólito. A caracterização eletroquímica dos nanomateriais será também em líquidos iônicos por voltametria cíclica e microscopia eletroquímica de varredura assim como caracterização morfológica e estrutural. Estes estudos irão contribuir para o desenvolvimento de uma completa compreensão das propriedades eletroquímicas desse sistema único e propiciar avanços na síntese de materiais eletrocatalíticos.