Busca avançada
Ano de início
Entree

Processos de transição para agriculturas mais ecológicas na França: progresso técnico e desafios sócio-ambientais no contexto do desenvolvimento sustentável

Processo: 16/11130-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Antonio Nivaldo Hespanhol
Beneficiário:Raphael Fernando Diniz
Supervisor no Exterior: Francois Laurent
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université du Maine, França  
Vinculado à bolsa:13/25725-8 - Diálogo de saberes ou monólogo do conhecimento? a assistência técnica e extensão rural e as políticas de desenvolvimento dos territórios rurais no Vale do Jequitinhonha mineiro, BP.DR
Assunto(s):Políticas públicas   Redes   Geografia agrária   Desenvolvimento sustentável

Resumo

A pesquisa a ser realizada na França tem o propósito de estudar as iniciativas de transição para agriculturas mais ecológicas implementadas no país desde o fim dos anos 1950, focando nas estratégias de aprendizagem e intercâmbio de novas técnicas, conhecimentos e experiências engendradas pela construção de redes densas e diversificadas conformadas por coletividades de distintos atores e nos efeitos dessas ações sobre as questões socioambientais nos territórios. Objetivamos também apreender as discussões conceituais e teórico-metodológicas que são realizadas à luz do campo científico da Geografia sobre os modelos de agriculturas mais ecológicas, o desenvolvimento sustentável e os sistemas agroalimentares territoriais, conceitos fundamentais para se interpretar e analisar a dinâmica das relações e transformações sócio-espaciais em curso nos territórios. Para consecução destes objetivos, participaremos de colóquios em grupos de pesquisa, assistiremos aulas de disciplinas que abordam temáticas correlatas ao estudo desenvolvido, realizaremos revisões bibliográficas sobre tais temáticas, coleta de dados e informações em fontes secundárias e realizaremos entrevistas com pessoas chaves vinculadas às instituições de pesquisa agropecuária, de assistência técnica, organizações sociais e agricultores. Almejamos, com efeito, aprofundar os conhecimentos sobre os progressos técnicos e os desafios socioambientais enfrentados nos processos de transição para agriculturas mais ecológicas no país. Com a realização deste estudo será possível produzir e intercambiar conhecimentos que se tornarão subsídios teórico-metodológicos fundamentais para o desenvolvimento de análises e propostas de mudanças nas políticas públicas para uma agricultura mais ecológica no Brasil (sem desconsiderar as especificidades da nossa realidade sócio-espacial e sócio-histórica), especialmente no que concerne à Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (PNATER), analisada no projeto de pesquisa financiado pela FAPESP (Processo 2013/25725-8).