Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do sítio de ligação do fator de transcrição Azf1 de Trichoderma reesei através de análise de ressonância plasmônica de superfície

Processo: 16/15605-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 27 de outubro de 2016
Vigência (Término): 26 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Roberto Do Nascimento Silva
Beneficiário:Amanda Cristina Campos Antoniêto
Supervisor no Exterior: Peter Hortschansky
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : Leibniz Institute for Natural Product Research and Infection Biology, Alemanha  
Vinculado à bolsa:14/09493-2 - Identificação e caracterização de novos fatores de transcrição envolvidos na regulação da degradação da biomassa lignocelulósica em Trichoderma reesei (Hypocrea jecorina), BP.DR
Assunto(s):Fatores de transcrição   Biologia computacional   Ressonância de plasmônio de superfície   Celulase   Trichoderma reesei

Resumo

O fungo filamentoso Trichoderma reesei (Hypocrea jecorina) é conhecido por produzir e secretar eficientemente enzimas holocelulolíticas, que são aplicadas nas indústrias de biocombustíveis, tais como o bioetanol. Um estudo recente em nosso laboratório identificou um fator de transcrição putativo (Tr_103275) homólogo proteína Azf1 de Saccharomyces cerevisiae, que está potencialmente envolvido com a degradação da biomassa vegetal. Nós mostramos que a deleção de Azf1 afeta o crescimento, esporulação e a expressão dos principais genes de celulases. Esse projeto tem como objetivo estudar como ocorre a ligação do fator de transcrição Azf1 as regiões promotoras do genoma de T. reesei. Para isso, nós vamos realizar análises de bioinformática para identificar o sítio de ligação putativo de Azf1 e, em seguida, expressão e purificar a proteína Azf1 para posterior análise do sítio de ligação no DNA, que será realizada pela tecnologia de Ressonância Plasmônica de Superfície. Com os resultados obtidos, nós pretendemos contribuir para um melhor entendimento dos mecanismos moleculares envolvidos na regulação da produção de holocelulases pelo fungo T. reesei. (AU)